Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

"O Diabo chegou": Médico avisa para nova variante da Covid-19 que estudos mostram ser mais mortal e resistente à vacina

Especialistas alertam que estirpe detetada na Califórnia pode combinar-se com a britânica, criando híbrido super-resistente.
Correio da Manhã 24 de Fevereiro de 2021 às 17:36
Coronavírus
Coronavírus FOTO: Alexandre Azevedo

Uma nova variante do novo coronavírus, identificada na Califórnia, EUA, transmite-se mais rapidamente, é mais provável de causar doença grave ou morte e é resistente às vacinas assim como aos anticorpos desenvolvidos por quem já esteve infetado com outras variantes, alerta um epidemiologista norte-americano ao LA Times.

O especialista Dr. Eric Feigl-Ding, cita estudos da Universidade da Califórnia, em São Francisco, que mostram que as várias mutações detetadas nesta variante tornam-na "numa preocupação", quase tão perigosa quanto as variantes sul-africana, brasileira ou do Reino Unido.

"Muitos pensam que com os casos a cair, a pandemia está à beira do fim. Mas na verdade o que temos é duas pandemias da Covid-19 a divergir. A variante original está a perder força, enquanto a variante #B117 está a tornar-se a dominante. EM breve vamos ser arrasados", alerta o médico.

Os estudos citados pelo epidemiologista mostram que, na Califórnia, amostras recolhidas entre setembro de 2020 e janeiro de 2021 provam que a nova variante é entre 19% e 24% mais transmissível.

O Dr. Charles Chiu, outros dos especialistas ouvidos pelo LA Times, vai mais longe e diz que esta nova variante californiana, chamada B.1.427/B.1.429 pelos investigadores, será responsável por 90% dos casos de infeção naquele estado norte-americano até final de março. "O Diabo já chegou. Gostava que fosse diferente, mas ciência é ciência", afirma o clínico.

Os investigadores que, com o Dr. Chiu, estudam esta nova variante estimam que os casos desta nova estirpe dupliquem a cada 18 dias e alertam que há perigo de esta, num caso de infeção por duas estirpes, se combine com a variante do reino Unido para criar uma forma híbrida super-resistente da Covid-19.

Também o Dr. Anthony Fauci, especialista em doenças infecciosas e conselheiro do presidente norte-americano Joe Biden, avança que deverá existir um caso de "sobrevivência do mais forte" entre as variantes britânica e californiana do coronavírus, que poderá ditar a evolução de uma variante resistentes às vacinas já no mercado.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Ver comentários