Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Obras no Cristo Redentor já começaram

As obras de recuperação do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, já começaram, mas o monumento vai continuar aberto aos turistas.
22 de Janeiro de 2014 às 17:01
Parte do dedo polegar da mão direita da gigantesca estátua do Cristo Redentor colapsou depois de ter sido atingido por um raio
Parte do dedo polegar da mão direita da gigantesca estátua do Cristo Redentor colapsou depois de ter sido atingido por um raio FOTO: EPA

Parte do dedo polegar da mão direita da gigantesca estátua do Cristo Redentor colapsou depois de ter sido atingido por um raio.

O episódio aconteceu na última quinta-feira, quando a cidade do Rio de Janeiro foi assolada por uma violenta tempestade, com muitos relâmpagos.

O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais do Brasil, revela que, na última quinta-feira, caíram mais de 40 mil raios em todo o Estado do Rio de Janeiro.

O monumento do Cristo Redentor é atingido, em média, por seis raios a cada ano. O padre Omara revela que os pára-raios instalados no monumento não estão a funcionar devidamente, mas não se encontrou outra solução mais 'eficaz'.

CLIQUE NA IMAGEM EM BAIXO E VEJA O VÍDEO

cristo redentor brasil mau tempo trovoada temporal raio dedo
Ver comentários