Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

OMS muda de ideias sobre o uso de máscara

Organização Mundial de Saúde pondera alargar uso de máscaras de proteção à população em geral.
Ana Maria Ribeiro 3 de Abril de 2020 às 02:13
Uso de máscaras pela população
Uso de máscaras pela população FOTO: Alexandre Azevedo

A Organização Mundial de Saúde (OMS) pondera reavaliar as suas recomendações sobre o uso de máscaras para prevenir a contaminação com Covid-19, foi esta quinta-feira anunciado. Até aqui, só os profissionais de saúde e as pessoas infetadas tinham, obrigatoriamente, de usar máscara, mas dentro em breve a OMS poderá recomendá-la para todos. Isto apesar de ainda não haver "evidência científica" que prove que o uso deste equipamento evita o contágio da doença, como explica, ao Correio da Manhã, Ricardo Mexia, presidente da Associação Nacional dos Médicos de Saúde Pública.

"Não há, para já, evidência científica de que a utilização de máscara seja vantajosa para a população em geral. Mas também não há a evidência contrária. Ou seja, não sabemos. Não temos, neste momento, estudos suficientes que demonstrem que o uso de máscaras reduz a transmissão deste vírus."

Ainda assim, um grupo de especialistas presidido por David Heymann vai reavaliar quem deve usar máscaras e analisar novos dados que estimam que  o vírus possa ser projetado mais longe do que se pensava. Um estudo norte-americano sugere que o vírus projetado pela tosse atinja seis metros e pelos espirros oito. Já saber se há máscaras para todos é outra questão.

"É difícil advogar que sejam implementadas medidas que não o podem ser, mas isso é um problema que a indústria e os fornecedores teriam de resolver", conclui Ricardo Mexia.

Máscaras são um dos novos negócios da China   
A China é o maior fabricante mundial de máscaras de proteção. Recentemente, o jornal britânico ‘Financial Times’ revelou que o empresário chinês Yu Xiaonin lucrou quase 2 mil milhões de euros em seis semanas com a venda de máscaras de proteção.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)