Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

"Ouvia gritos de todas as direções": O relato do sobrevivente da queda de avião no Paquistão

Apenas duas pessoas sobreviveram ao trágico acidente numa zona residencial. 97 pessoas morreram.
Correio da Manhã 23 de Maio de 2020 às 10:31
Avião com 99 pessoas cai em zona residencial no Paquistão
Imagens impressionantes mostram destruição causada por queda de avião em zona residencial no Paquistão
Imagens impressionantes mostram destruição causada por queda de avião em zona residencial no Paquistão
Imagens impressionantes mostram destruição causada por queda de avião em zona residencial no Paquistão
Avião com 99 pessoas cai em zona residencial no Paquistão
Imagens impressionantes mostram destruição causada por queda de avião em zona residencial no Paquistão
Imagens impressionantes mostram destruição causada por queda de avião em zona residencial no Paquistão
Imagens impressionantes mostram destruição causada por queda de avião em zona residencial no Paquistão
Avião com 99 pessoas cai em zona residencial no Paquistão
Imagens impressionantes mostram destruição causada por queda de avião em zona residencial no Paquistão
Imagens impressionantes mostram destruição causada por queda de avião em zona residencial no Paquistão
Imagens impressionantes mostram destruição causada por queda de avião em zona residencial no Paquistão
"Ouvia gritos de todas as direções. Crianças e adultos. Tudo o que eu via era fogo". O relato é de Muhammad Zubair, um dos sobreviventes do acidente de avião que vitimou 97 passageiros do voo PK8303 da Pakistan Internacional Airlines.

A causa do acidente não é ainda conhecida, sabe-se que o piloto relatou uma falha técnica após uma tentativa de aterragem. Zubair sobreviveu quase por milagre, sofreu apenas ferimentos ligeiros. Um outro passageiro teve a mesma sorte.

"Ninguém se apercebeu que o avião estava prestes a cair; O avião estava a ser pilotado de maneira suave", referiu o sobrevivente. "Abri o cinto de segurança e vi um pouco de luz. Tive que saltar cerca de 3 metros para ficar em segurança", acrescentou.

Testemunhas dizem que ouviram um estrondo enorme. Pelo menos quatro casas ficaram totalmente destruídas devido à queda da aeronave. O áudio da conversa entre o piloto e o controlador de tráfego aéreo revela uma falha nos motores. O piloto disse que tinha "perdido os motores" e o controlador de tráfego aéreo perguntou se o piloto ia fazer uma "aterragem de barriga", à qual o piloto respondeu "mayday, mayday, mayday".

Sobre a aeronave sabe-se que se juntou à frota em 2014 e que terá passado no teste de inspeção anual de aeronavegabilidade.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)