Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Pais abandonam filho com febre em aeroporto na China por suspeitas de coronavírus

Menino foi proibido de embarcar no avião. Ficou sozinho com a irmã, após os pais saírem do país.
Correio da Manhã 25 de Janeiro de 2020 às 12:21
Pais abandonam filho proibido de embarcar por ter febre em aeroporto
Pais abandonam filho proibido de embarcar por ter febre em aeroporto FOTO: Weibo

Um casal chinês abandonou os dois filhos no aeroporto de Nanjing, na China, depois de uma das crianças ter sido proibida de viajar por suspeitas de ter contraído coronavírus.

As crianças, um rapaz e uma rapariga, foram deixadas na porta de embarque depois de o menino ter sido impedido de viajar por ter febre quando passou pela triagem rigorosa que está a ser realizada.

O país está a viver um momento atribulado devido à propagação do vírus que já causou 41 mortes e contaminou mais de mil pessoas.  

Foram os funcionários da companhia aérea, surpreendidos por ver que os pais tinham abandonado os filhos, que tomaram conta das crianças.

Segundo avança o Yangzi Evening News, a família estava a apanhar um voo para Changsha, na República Popular da China. Apesar de o casal ter insistido para que os filhos fossem com eles, a companhia aérea não deixou o menino viajar.

"Os funcionários deixaram os adultos entrar no avião", confirmou um passageiro, que reforçou que as crianças ficaram sentadas no aeroporto sozinhas.

A autoridade aeroportuária confirmou que as crianças foram autorizadas a embarcar mais tarde mas os passageiros demonstraram receio em viajar com o menino suspeito de ter contraído coronavírus.

O voo realizado na quarta-feira, 22 de janeiro, que tinha uma duração de duas horas, acabou por sofrer um atraso de mais de três horas, descolando às 13h12.

Nanjing China questões sociais coronavírus aeroporto avião
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)