Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Pandemia causa recuo de 25 anos na saúde pública mundial

Saúde pública e combate à pobreza são os setores mais afetados.
Maria Vaz 16 de Setembro de 2020 às 08:35
Coronavírus xx
Enfermeiros no combate ao coronavírus
Coronavírus xx
Enfermeiros no combate ao coronavírus
Coronavírus xx
Enfermeiros no combate ao coronavírus
A pandemia da Covid-19 reverteu décadas de progressos na saúde pública e na procura por melhores condições de vida, expondo milhões de pessoas a doenças mortais e à pobreza extrema, alerta um relatório da Fundação Bill e Melinda Gates. "Em termos de desenvolvimento global regredimos cerca de 25 anos em perto de 25 semanas", lê-se no relatório, que acrescenta: "O que o Mundo fizer nos próximos meses vai ser muito importante."

Segundo o mesmo relatório, mais de 40 milhões de pessoas em todo o Mundo voltaram a cair na pobreza extrema por causa da pandemia, uma subida de 7%. "É bem mais do que um milhão por semana desde que o vírus apareceu", alerta o presidente-executivo da fundação, Mark Suzman. Ao mesmo tempo, os programas de vacinação estão a abranger cada vez menos pessoas, caindo para níveis registados na década de noventa.

"É um grande retrocesso", afirmou Bill Gates, co-presidente da fundação e criador da Microsoft, alertando que os níveis crescentes de pobreza, a deterioração dos cuidados básicos e a crise económica criados pela pandemia estão a reforçar as desigualdades em todo o Mundo.

PORMENORES
Governo irlandês isolado
Os membros do governo irlandês estão em autoisolamento e os trabalhos do Parlamento foram suspensos após suspeitas de infeção do ministro da Saúde.

Vacina chinesa em breve
As vacinas contra a Covid-19 em desenvolvimento na China poderão estar prontas para distribuição geral já em novembro, revelaram as autoridades de saúde.
Ver comentários