Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Partido de Jair Bolsonaro explusa ex-actor porno Alexandre Frota

Desacatos entre o presidente do Brasil e o deputado já duram há vários meses.
Domingos Grilo Serrinha e correspondente no Brasil 13 de Agosto de 2019 às 17:58
Jair Bolsonaro
Alexandre Frota operado ao pénis
Alexandre Frota
Alexandre Frota
Jair Bolsonaro
Alexandre Frota operado ao pénis
Alexandre Frota
Alexandre Frota
Jair Bolsonaro
Alexandre Frota operado ao pénis
Alexandre Frota
Alexandre Frota

O partido do presidente Jair Bolsonaro, PSL, Partido Social Liberal, expulsou esta terça-feira o deputado e ex-actor de filmes pornográficos Alexandre Frota, um dos seus parlamentares de maior prestígio.

Luciano Bivar, presidente do PSL, confirmou a desfiliação de Alexandre Frota no final da manhã, após uma reunião extraordinária da direção do partido em Brasília.

A expulsão do ex-actor, que foi vice-presidente do grupo parlamentar e um dos principais articuladores do governo no Congresso, terá sido pedida pelo próprio Jair Bolsonaro.

A imagem do deputado ficou manchada no partido após este criticar mais de uma vez as declarações e atitudes do presidente da República. Como tal, Bolsonaro, como já fez com dezenas de outros aliados e até com ministros que discordaram dele, exigiu a expulsão do ex-actor, eleito deputado federal por São Paulo com expressiva votação nas eleições de outubro do ano passado.

Nos últimos meses, a atuação de Alexandre Frota foi decisiva para o governo conseguir aprovar a polémica reforma da Segurança Social, mas na votação final, o deputado absteve-se, já nessa altura em protesto devido às pressões de Bolsonaro. Isso deixou o presidente furioso e precipitou a expulsão concretizada esta terça-feira.

Alexandre Frota também foi contra a decisão de Bolsonaro de indicar um dos filhos, Eduardo Bolsonaro, como embaixador do Brasil nos EUA, considerando essa indicação familiar totalmente despropositada e um abuso de poder.

Em outras oportunidades, o ex-actor tinha afirmado estar profundamente dececionado com a atuação de Bolsonaro como presidente, que, segundo ele, contrasta frontalmente com o que o hoje presidente prometeu durante a campanha eleitoral que o levou ao poder.

Apesar da expulsão do partido pelo qual foi eleito, Alexandre Frota não perderá o mandato de deputado e poderá continuar a atuar no Congresso como independente ou ingressar num dos muitos partidos que já manifestaram interesse na sua filiação.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)