Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Polícia angolana deteve líder de grupo de falsificadores de teste da covid-19

Grupo estava sediado no mercado dos Kwanzas, em Luanda.
Lusa 18 de Agosto de 2020 às 13:31
Coronavírus
Coronavírus FOTO: EPA
A polícia angolana deteve, em Luanda, o principal mentor de um grupo que falsificava comprovativos de testes da covid-19, foi hoje anunciado pelas autoridades.

De acordo com uma nota de imprensa do Ministério do Interior de Angola, o grupo estava sediado no mercado dos Kwanzas, em Luanda, tendo a detenção do suspeito ocorrido naquele local, depois de uma investigação policial.

A nota acrescenta que o cidadão, de 30 anos, que confessou ser o autor de todos os documentos falsos apreendidos, será presente ao Ministério Público para os procedimentos processuais necessários.

Angola regista, desde março até à presente data, um total de 1.935 casos, dos quais 88 óbitos, 632 recuperados e 1.215 ativos, incluindo cinco doentes em estado crítico, com ventilação mecânica invasiva e 19 graves.

A província de Luanda, capital de Angola, é o epicentro da doença e está sob cerca sanitária desde o registo dos primeiros casos no país, com algumas exceções para saída, para as quais é exigida a apresentação de um teste de covid-19.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 770.429 mortos e infetou mais de 21,7 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em África, há 25.618 mortos confirmados em mais de 1,1 milhões de infetados em 55 países, segundo as estatísticas mais recentes sobre a pandemia no continente.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Luanda Angola coronavírus testes
Ver comentários