Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Polícia brasileira liberta menino de três anos preso em barril pela mãe em São Paulo

Bebé, completamente sem roupa, estava deitado dentro do barril, sem qualquer alimento ou água.
Domingos Grilo Serrinha e correspondente no Brasil 27 de Fevereiro de 2021 às 16:51
Polícia brasileira
Polícia brasileira FOTO: Getty Images

A polícia de São Paulo libertou um bebé de três anos que era mantido preso pela mãe dentro de um barril no Itaím Paulista, bairro pobre na periferia da zona leste daquela cidade brasileira. A ação policial aconteceu depois de uma pessoa não identificada ter enviado ao Conselho Tutelar de Menores daquela região um vídeo mostrando o menino dentro do barril.

Quando a Polícia Militar chegou à habitação, cuja porta foi aberta pela mãe da criança, os agentes ficaram estarrecidos com o que viram. O bebé, completamente sem roupa, estava deitado dentro do barril, sem qualquer alimento ou água.

Para piorar ainda mais a situação da criança, o barril estava deitado, com a abertura virada para uma parede, o que dificultava qualquer movimento do bebé e impossibilitava a visão de quem eventualmente entrasse na casa. A mãe do menino, uma jovem de 20 anos, e uma mulher de 44 que também estava na modesta habitação foram presas em flagrante.

Na esquadra, sem entrar em detalhes, a mãe terá justificado o horrível cativeiro do bebé afirmando que ele sofre de vários problemas, entre eles psíquicos, e que precisava ficar contido. Ela e a outra mulher foram incriminadas por sequestro, cativeiro e tortura e ficaram à disposição da justiça, a quem a polícia de São Paulo pediu a prisão preventiva de ambas.

O bebé, em situação de grave subnutrição, recebeu cuidados médicos num hospital da região e depois foi encaminhado para um abrigo. No mês passado, um caso parecido foi descoberto em Belo Horizonte, capital do estado de Minas Gerais, onde um menino de 10 anos com problemas mentais também foi encontrado preso dentro de um barril na casa dos pais.
Ver comentários