Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Suspeitos do envenenamento de ex-espião russo identificados

Autoridades acreditam ter provas suficientes para incriminar duas pessoas de nacionalidade russa.
5 de Setembro de 2018 às 11:11
Suspeitos de envenenamento de ex-espião russo
Frasco usado no crime
Alexander Petrov e Ruslan Boshirov
Alexander Petrov e Ruslan Boshirov
Alexander Petrov e Ruslan Boshirov
Alexander Petrov e Ruslan Boshirov
Alexander Petrov e Ruslan Boshirov
Alexander Petrov e Ruslan Boshirov
Sergei Skripal e a filha, Yulia, lutam pela vida num hospital britânico
Suspeitos de envenenamento de ex-espião russo
Frasco usado no crime
Alexander Petrov e Ruslan Boshirov
Alexander Petrov e Ruslan Boshirov
Alexander Petrov e Ruslan Boshirov
Alexander Petrov e Ruslan Boshirov
Alexander Petrov e Ruslan Boshirov
Alexander Petrov e Ruslan Boshirov
Sergei Skripal e a filha, Yulia, lutam pela vida num hospital britânico
Suspeitos de envenenamento de ex-espião russo
Frasco usado no crime
Alexander Petrov e Ruslan Boshirov
Alexander Petrov e Ruslan Boshirov
Alexander Petrov e Ruslan Boshirov
Alexander Petrov e Ruslan Boshirov
Alexander Petrov e Ruslan Boshirov
Alexander Petrov e Ruslan Boshirov
Sergei Skripal e a filha, Yulia, lutam pela vida num hospital britânico

As autoridades britânicas revelaram, esta quarta-feira, os nomes dos dois suspeitos do envenenamento do ex-espião russo Sergei Skripal. Trata-se de Alexander Petrov e Ruslan Boshirov, ambos cidadãos russos na casa dos 40 anos. Viajaram para o Reino Unido com nomes falsos, mas passaportes legítimos do país.

A polícia britânica acredita ter provas suficientes para os incriminar da tentativa de homicídio do ex-espião e da sua filha, Yulia, ambos envenenados em território britânico em Março.

Para além das primeiras imagens dos suspeitos, a polícia revelou também uma fotografia do recipiente utilizado no crime. 

Foi emitido um mandado de detenção europeu referente aos dois russos, mas o Reino Unido não pedirá a sua extradição. "Não iremos pedir à Rússia que extradite estes homens visto que a Constituição russa não permite a extradição dos seus próprios cidadãos", afirmou Sue Hemming, directora dos Serviços Legais da Procuradoria Real.

Neil Basu, que chefia a Unidade de Contra-Terrorismo britânica, garantiu que no quarto de hotel londrino onde Petrov e Boshirov ficaram alojados entre 2 e 4 de Março, foram encontrados vestígios de Novichok. Basu acrescentou ainda que está a apelar ao público em geral para que sejam partilhadas informações sobre os dois homens, quando questionado sobre se os homens eram agentes dos serviços secretos russos.

A Unidade Contra-Terrorista apoia Theresa May, na medida em que a primeira-ministra britânica acredita que a Rússia é a culpada pelo envenamento dos Skripal.

Tanto Petrov como Boshirov tinham estado em solo britânico anteriormente.

Rússia reage
A Rússia já reagiu à identificação de dois suspeitos do envenenamento de Sergei e Yulia Skripal. "Não nos diz nada", salienta o Ministério dos Negócios Estrangeiros de Moscovo, numa notícia divulgada pelo site RT - Russia Today. O representante da Rússia junto da Organização para a Proibição de Armas Químicas reforçou que o país nada tem que ver com os envenenamentos de Salisbury.

Sergei Skripal Alexander Petrov Sky News política
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)