Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Portugal vai receber refugiados menores

Governo português foi um dos que responderam ao apelo da Comissão Europeia.
Ricardo Ramos 10 de Março de 2020 às 08:22
Menores que viajaram sozinhos para a Europa são mais vulneráveis a potenciais abusos
Menores que viajaram sozinhos para a Europa são mais vulneráveis a potenciais abusos FOTO: EPA
Portugal é um dos cinco países europeus que se ofereceram para receber 1500 menores desacompanhados que estão atualmente nos campos de refugiados da Grécia, confirmou esta segunda-feira o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, no mesmo dia em que a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, se reuniu com o presidente turco, Tayyip Erdogan, para tentar aliviar a tensão na fronteira entre a Turquia e a Grécia.

"Não temos ainda indicadores sobre o número concreto porque tal dependerá dos números de países que participarem nessa operação. O que está neste momento manifestado é a disponibilidade de Portugal", disse Eduardo Cabrita aos jornalistas após Ursula von der Leyen anunciar em Bruxelas que Portugal é um dos países - juntamente com França, Luxemburgo, Alemanha e Finlândia - que se disponibilizaram para receber os menores que se encontram desacompanhados nos campos de refugiados das ilhas gregas.

A medida visa aliviar a pressão nos campos e ao mesmo tempo proteger os menores, que viajaram sozinhos para a Europa e são mais vulneráveis a potenciais abusos.

Entretanto, Ursula von der Leyen deixou esta segunda-feira claro, horas antes de receber Erdogan, que a Turquia deve "aliviar a pressão" na fronteira grega, retirando os milhares de migrantes e refugiados ali concentrados há uma semana, para receber mais ajuda da União Europeia.
Portugal Grécia Eduardo Cabrita Ursula Leyen Turquia Tayyip Erdogan questões sociais demografia emigrantes
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)