Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Presidente de Cuba defende legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo

Consulta popular sobre o anteprojeto da nova Constituição de Cuba iniciou-se em meados de agosto e decorre até 15 de novembro.
Lusa 17 de Setembro de 2018 às 07:34
Presidente de Cuba, Miguel Diaz-Canel
Presidente de Cuba, Miguel Diaz-Canel
Presidente de Cuba, Miguel Diaz-Canel
Presidente de Cuba, Miguel Diaz-Canel
Presidente de Cuba, Miguel Diaz-Canel
Presidente de Cuba, Miguel Diaz-Canel

O Presidente de Cuba, Miguel Diaz-Canel, defendeu, numa entrevista transmitida no domingo, a inclusão do casamento homossexual na nova Constituição, com o objetivo de pôr fim a "qualquer tipo de discriminação" no país.

"Estou de acordo [com o casamento gay] (...) e defendo que não haja qualquer tipo de discriminação no país", disse o líder cubano, numa entrevista ao Telesur, transmitida no domingo à noite, a primeira desde que assumiu o cargo em abril.

A consulta popular sobre o anteprojeto da nova Constituição de Cuba, que introduz algumas significativas mudanças sociais e económicas no país, iniciou-se em meados de agosto e decorre até 15 de novembro, sendo o texto final submetido a referendo em fevereiro próximo.

Presidente de Cuba Miguel Diaz-Canel Telesur Constituição de Cuba política referendo constituição
Ver comentários