Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Príncipe herdeiro saudita aprovou assassínio de jornalista, de acordo com relatório dos EUA

Mohammed bin Salman aprovou o assassínio em 2018 do jornalista Jamal Khashoggi.
Lusa 25 de Fevereiro de 2021 às 17:23
Mohammed bin Salman
Mohammed bin Salman FOTO: Getty Images
O príncipe herdeiro e governante de facto da Arábia Saudita, Mohammed bin Salman, aprovou o assassínio em 2018 do jornalista Jamal Khashoggi, segundo um relatório dos serviços secretos dos Estados Unidos passado à imprensa, indicou a EFE.

As autoridades disseram que o relatório, do qual a CIA foi o principal contribuinte, avaliou que Mohammed bin Salman aprovou e provavelmente ordenou o assassinato de Khashoggi, cuja coluna no Washington Post criticou as políticas do príncipe.
Estados Unidos EUA Arábia Saudita Mohammed Jamal Khashoggi Salman EFE política espionagem
Ver comentários