Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Prisão perpétua para egípcio que desviou avião em 2016

Homem obrigou o piloto da aeronave a aterrar na localidade onde vivia a ex-mulher.
Lusa 24 de Setembro de 2019 às 22:41
Aviões
Aviões FOTO: Getty Images
Um tribunal egípcio condenou esta terça-feira a prisão perpétua Seif Eddin Mustafa, o homem que em março de 2016 desviou um avião da companhia da EgyptAir, que acabou por aterrar no Chipre por exigência do sequestrador.

A decisão de sentenciar a prisão perpétua o homem que obrigou o piloto da aeronave a aterrar na localidade onde vivia a ex-mulher durante o incidente foi tomada pelo Tribunal Penal de Alexandria.

O avião, um Airbus A320, foi desviado pouco depois de descolar de Alexandria com destino ao Cairo, tendo Mustafa obrigado o piloto a aterrar em Larnaca, onde vivia a ex-mulher, com a qual teve quatro filhos, e que não via desde 1994, ano em que deixou o Chipre.

Durante o sequestro, o homem afirmou ter um cinto com explosivos, o que se veio a verificar ser falso.

O homem foi detido pelas forças de segurança cipriotas pouco depois de ter deixado em liberdade todos os passageiros e tripulantes.

O homem foi extraditado para o Egito em agosto de 2018.

Seif Eddin Mustafa disse inicialmente às autoridades cipriotas que teria sequestrado o avião para protestar contra o Governo do Egito.

Posteriormente, afirmou às autoridades que apenas se queria reunir com a família.
Chipre EgyptAir Seif Eddin Mustafa Mustafa crime lei e justiça
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)