Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Primeiro-ministro de Israel acusado de corrupção

Benjamin Netanyahu nega envolvimento nos três casos, alegando que as investigações fazem parte de uma vingança política.
Lusa 21 de Novembro de 2019 às 17:00
Benjamin Netanyahu
Benjamin Netanyahu
Benjamin Netanyahu
Benjamin Netanyahu
Benjamin Netanyahu
Benjamin Netanyahu
Benjamin Netanyahu
Benjamin Netanyahu
Benjamin Netanyahu
O procurador-geral de Israel, Avichaï Mandelblit, acusou esta quinta-feira o primeiro-ministro em funções, Benjamin Netanyahu, de fraude, suborno e abuso de confiança em três casos de corrupção, indicou o Ministério da Justiça.

O ministério tinha indicado antes que Mandelblit anunciaria se acusava ou não Netanyahu ainda esta quinta-feira, quando o parlamento foi encarregado pelo presidente Reuven Rivlin de encontrar um chefe de governo, depois de Benjamin Netanyahu e do seu rival Benny Gantz terem falhado nas suas tentativas de formar um executivo na sequência das eleições de 17 de setembro.

Netanyahu negou sempre o seu envolvimento nos três casos, alegando que as investigações fazem parte de uma vingança política e de uma "caça às bruxas", que inclui a esquerda, os media e a polícia.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)