Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Protestos por George Floyd chegam à Europa

Cidades de Londres e Berlim encheram-se este domingo de manifestantes contra a violência policial e racismo.
Iúri Martins 1 de Junho de 2020 às 07:58
A carregar o vídeo ...
A cronologia desde a morte de George Floyd e a luta pela justiça racial
As manifestações pela morte do cidadão afro-americano George Floyd chegaram este fim de semana à Europa. Milhares exigiram justiça para o caso do cidadão negro morto às mãos da polícia em Minneapolis, nos EUA.

Os manifestantes marcharam em Berlim e Londres empunhando cartazes com frases de ordem. "Não consigo respirar", "As vidas dos negros importam" e "Sem justiça, não há paz" foram alguns dos gritos de revolta por parte de manifestantes no Reino Unido e na Alemanha.

Já nos Estados Unidos, a revolta contra o racismo e as atuações violentas das autoridades continuaram a fazer estragos. Na madrugada de sábado para domingo, quinta noite de manifestações, lojas e carros foram deixados em chamas, centenas de pessoas foram detidas e violentos tumultos entre polícia e manifestantes fizeram centenas de feridos .

Em Nova Iorque, uma carrinha-patrulha da polícia irrompeu contra a multidão que impedia a passagem das autoridades. Ouviram-se gritos e um manifestante saltou para cima do carro, tentando partir um dos vidros da viatura.

Na cidade de Minneapolis, epicentro dos confrontos e cidade onde George Floyd foi morto por um agente da polícia debaixo do olhar impávido e sereno dos colegas que se encontravam no local - entretanto foram despedidos -, a resposta das autoridades tem sido cada vez mais severa.

Após o toque de recolher, a polícia começou a fazer detenções e a disparar gás lacrimogéneo e balas de borracha contra os manifestantes. Dois jornalistas da equipa da agência Reuters foram atingidos por balas de borracha.

Donald Trump recorreu ao Twitter para acusar grupos anarquistas pelos distúrbios que estão a assolar o país e anunciou este domingo que vai passar a classificar a ANTIFA (antifascistas) como organização terrorista.

SAIBA MAIS
25
Cidades de 16 estados nos EUA decretaram toque de recolher para conter a onda de violência que está a abalar o país.

33 polícias feridos
Os protestos continuaram a alastrar nos Estados Unidos na madrugada de domingo. A cidade de Nova Iorque foi palco de violentos motins entre polícias e manifestantes: 33 agentes ficaram feridos e pelo menos 47 carros ficaram danificados. A polícia de Nova Iorque anunciou ainda que foram detidas 345 pessoas durante os confrontos e protestos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)