Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Provedora de Justiça da UE critica Comissão em caso sobre contactos com Pfizer

Em causa está o pedido de acesso público às mensagens de texto trocadas entre a presidente da instituição e o presidente executivo da Pfizer.
Lusa 28 de Janeiro de 2022 às 09:19
Vacina contra a Covid-19
Vacina contra a Covid-19 FOTO: Reuters
A Provedora de Justiça da União Europeia (UE) criticou esta sexta-feira a forma como a Comissão Europeia tratou o pedido de acesso público às mensagens de texto trocadas entre a presidente da instituição e o presidente executivo da Pfizer.

"A forma restrita como este pedido de acesso público foi tratado significou que não foi feita qualquer tentativa para identificar se existia alguma mensagem de texto. Isto fica aquém das expectativas razoáveis de transparência e normas administrativas na Comissão", realça Emily O'Reilly, Provedora de Justiça Europeia, numa análise publicada esta sexta-feira e a que a agência Lusa teve acesso.

Em causa está uma notícia publicada em abril de 2021 pelo jornal norte-americano New York Times, na qual a publicação revelou trocas de mensagens de texto entre a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, e o presidente executivo da Pfizer, Albert Bourla, numa altura em que a instituição europeia estava a negociar a aquisição de 1,8 mil milhões de doses de vacinas anticovid-19.

Justiça UE Comissão Europeia Pfizer União Europeia questões sociais crime lei e justiça justiça e direitos
Ver comentários
}