Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Puigdemont não jura fidelidade ao Rei nem à Constituição

Deputado é o novo presidente regional da Catalunha.
12 de Janeiro de 2016 às 19:28
Carles Puigdemont, presidente regional da Catalunha
Carles Puigdemont, presidente regional da Catalunha FOTO: EPA
O novo presidente regional da Catalunha, Carles Puigdemont, assumiu esta terça-feira oficialmente o cargo sem jurar fidelidade ao Rei nem à Constituição espanhola, como é costume nas cerimónias deste tipo em todas as comunidades autonómicas espanholas.

Numa sessão no Palácio da Generalitat (Governo regional catalão), a presidente do parlamento catalão, Carme Forcadell, formulou a habitual pergunta sobre se o responsável do cargo político aceita desempenhar as suas funções.

No entanto, Forcadell apenas aludiu à "fidelidade à vontade do povo da Catalunha e dos seus representantes no parlamento [regional]", sem referir o Rei, a Constituição espanhola ou mesmo o Estatuto da Catalunha (que rege a relação da região com o governo central).

Puigdemont respondeu apenas: "Sim, prometo".

Decreto não agradece a Artus Mas
Por outro lado, o decreto de nomeação do novo presidente catalão, publicado esta terça-feira no Boletim oficial, não agradece - como tem sido norma - os serviços prestados pelo presidente cessante, Artur Mas.

O presidente cessante aproveitou o seu discurso para sublinhar esse ponto.

"Eu sim, agradeço os serviços prestados por todos" os que o acompanharam nos anos que passou na presidência da Generalitat, disse Artur Mas.

Enquanto decorria a cerimónia de tomada de posse de Carles Puigdemont, várias centenas de pessoas - tanto apoiantes da independência catalã, como opositores - concentraram-se na praça em frente ao Palácio da Generalitat.

Carles Puigdemont foi o nome encontrado pelo partido Convergència Democrática de Catalunya para contornar a recusa do partido de extrema-esquerda CUP em apoiar Artur Mas para presidente.
Catalunha Carles Puigdemont Palácio da Generalitat Artus Mas política governos regionais autoridades locais
Ver comentários