Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Putin e Xi reforçam união contra Ocidente

Líderes da China e da Rússia comprometeram-se numa frente comum tanto no comércio como na segurança.
Francisco J. Gonçalves 16 de Dezembro de 2021 às 08:53
Putin reuniu-se com Xi Jinping em modelo igual ao usado na reunião da semana passada com o presidente Joe Biden
Putin reuniu-se com Xi Jinping em modelo igual ao usado na reunião da semana passada com o presidente Joe Biden FOTO: reuters
O líderes da China e da Rússia mantiveram esta quarta-feira um encontro virtual no qual prometeram reforçar laços bilaterais para confrontar o que classificaram como intromissões abusivas dos EUA e aliados europeus. Xi Jinping e Vladimir Putin debateram o reforço da cooperação em assuntos de segurança bem como o aumento das trocas comerciais bilaterais.

“Certas forças internacionais, sob o disfarce da ‘democracia’ e dos ‘direitos humanos’, estão a interferir nos assuntos internos da China e da Rússia e a espezinhar a lei internacional e as normas reconhecidas das relações internacionais”, terá dito Jinping a Putin, prometendo-lhe apoio no esforço para conseguir garantias de segurança da parte do Ocidente. Em causa estão, desde logo, os pedidos da Rússia de garantias de que a NATO não continuará a expandir-se para leste.

O bom entendimento dos dois líderes na reunião desta quarta-feira - na qual Putin terá dado conta a Jinping do encontro virtual mantido na semana passada com o presidente dos EUA - ficou bem expressa numa frase de Putin, que terá dito: “Foi formado entre os nossos países um novo modelo de cooperação, baseado, entre outras coisas, em princípios como a não interferência em assuntos internos e o respeito pelos interesses respetivos de cada um.”

No tocante à economia, foi prometido um reforço de trocas comerciais. Subiram 31% este ano, para os 123 mil milhões de dólares e o objetivo é chegar aos 200 mil milhões.
Ver comentários