Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Rato gigante africano torna-se herói e recebe medalha de ouro

Animal chama-se Magawa, tem cerca de seis anos e mede 70 centímetros.
Correio da Manhã 28 de Setembro de 2020 às 17:43
Magawa
Magawa FOTO: Facebook

Um rato gigante africano que deteta minas no Camboja foi distinguido no passado dia 25 de setembro com uma medalha de ouro da associação de caridade animal britânica PDSA. A informação foi avançada pelo jornal moçambicano Folha de Maputo.

O rato, de seu nome Magawa, tem cerca de seis anos e 70 centímetros e já descobriu 39 minas, perfazendo 141.000 metros quadrados de terreno - o equivalente a 20 campos de futebol - e 28 vestígios de explosivos. As descobertas permitem salvar vidas.

"Receber esta medalha é uma grande honra para nós", disse Christophe Cox, dirigente da Apopo (associação belga que treina ratos) à agência de notícias britânica PA. A distinção "chamará a atenção do mundo para o problema das minas antipessoal", acrescentou Christophe Cox.

A Apopo costuma treinar estes animais na Tanzânia durante um ano, ensinando-os a arranhar a terra para sinalizar a presença de explosivos. A técnica revela-se mais rápida do que utilizar um detetor de metais manuseado por um humano, sendo que este rato consegue inspecionar o equivalente a um campo de ténis em meia hora.

Apopo Christophe Cox Camboja PDSA rato gigante medalha de ouro distinção minas
Ver comentários