Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Recontagem na Geórgia confirma vitória de Biden

Após sucessivas derrotas nos tribunais, Trump muda estratégia e tenta convencer estados republicanos onde perdeu a ignorarem o voto popular e a declararem-no vencedor.
Ricardo Ramos 21 de Novembro de 2020 às 09:29
Confirmação da vitória de Joe Biden na Geórgia vem reduzir espaço de manobra de Trump para contestar resultados
Confirmação da vitória de Joe Biden na Geórgia vem reduzir espaço de manobra de Trump para contestar resultados FOTO: EPA
A recontagem dos votos na Geórgia confirmou a vitória de Joe Biden naquele estado por mais de 12 mil votos, reduzindo ainda mais a margem de manobra de Donald Trump. Desesperado após sucessivas derrotas nos tribunais, o presidente parece agora ter mudado de estratégia e vai apelar diretamente aos seus aliados republicanos para ignorarem o voto popular e declararem-no a ele como vencedor.

"Os números não mentem", disse o secretário de Estado da Geórgia, Brad Raffensperger, ao anunciar que a recontagem dos cerca de cinco milhões de votos expressos naquele estado e a auditoria realizada pelas autoridades eleitorais tinham confirmado a vitória de Biden por 12 284 votos e cimentado a vantagem do democrata no Colégio Eleitoral (306-232).

Com as opções legais a esgotarem-se devido à recusa dos tribunais em darem seguimento à alegações infundadas de fraude apresentadas pelos seus advogados, Trump tenta agora convencer os estados republicanos onde Biden venceu a ignorarem o voto popular e a declararem-no como vencedor, com a justificação de que os resultados foram "pouco claros". Ontem, o presidente chamou à Casa Branca os líderes republicanos do Michigan e tenciona fazer o mesmo com os da Pensilvânia, numa manobra desesperada que poucos acreditam que seja bem-sucedida.

Tinta do cabelo ‘trai’ advogado de Trump
O advogado de Donald Trump, Rudolph Giuliani, foi ridicularizado na imprensa e nas redes sociais depois de ter sido ‘traído’ pela tinta do cabelo, que derreteu com o suor e começou a escorrer-lhe pela cara durante uma conferência de imprensa, na quarta-feira. Este não foi, no entanto, o único momento bizarro do discurso do advogado, que a dada altura decidiu imitar uma cena do filme ‘O meu primo Vinny’. Com tantas peripécias, ninguém ligou a mais um chorrilho de alegações falsas de fraude.
Ver comentários