Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Os mais trágicos desastres com equipas de futebol

Recorde alguns dos acidentes de aviação que vitimaram futebolistas.
Daniela Espírito Santo 29 de Novembro de 2016 às 08:47
Em 1949, o avião onde seguia a equipa do Torino chocou contra a Basílica de Superga, em Itália
Em 1949, o avião onde seguia a equipa do Torino chocou contra a Basílica de Superga, em Itália FOTO: Direitos Reservados
Um acidente de aviação vitimou diversos jogadores da equipa de futebol brasileira Chapecoense, esta terça-feira. Este desastre, no entanto, está longe de ser o primeiro do género a vitimar futebolistas. 

Equipa morre após jogar com o Benfica
Um dos desastres mais conhecidos aconteceu em 1949, com uma equipa que tinha vindo a Lisboa para um jogo amigável com o Benfica. O Torino, que liderava o campeonato italiano na altura e ia ser campeão, seguia num avião da Avio Linee Italiane quando chocou contra a Basílica de Superga, já em Itália.

31 pessoas morreram, entre eles 18 jogadores e cinco membros da equipa técnica. 

A federação italiana decidiu oferecer-lhes o título de campeão, mas a equipa recusou, apresentando-se a jogo nas últimas jornadas com a equipa juvenil. Os adversários fizeram o mesmo por respeito e acabaram derrotados. O Grande Torino acabou por se sagrar pentacampeão. 

Manchester United e o "Desastre de Munique" 

Em 1958, outro desastre chocou a comunidade desportiva. Desta feita, foi o britânico Manchester United que perdeu oito jogadores, o treinador e dois membros da direção num acidente de aviação onde morreram 23 pessoas (iam 44 a bordo). A equipa seguia num aparelho da British Airways de Munique para Manchester após um jogo em Belgrado contra a Estrela Vermelha quando o avião se despenhou pouco depois de descolar. 

Tragédia a caminho dos Jogos Olímpicos

A Associação Dinamarquesa de Futebol também já teve de lidar com uma tragédia aérea. Em 1960, e logo após a descolagem do aeroporto de Copenhaga, o avião fretado pela equipa despenhou-se sobre Oresund, a caminho de Itália, onde iam participar nos Jogos Olímpicos. Sobreviveu apenas o piloto. Morreram os restantes oito passageiros, todos jogadores da seleção olímpica da Dinamarca.

The Strongest desaparecem em 1969

Também na Bolívia um desastre aéreo fez vítimas no mundo do futebol, em 1969. Na altura, a equipa do The Strongest seguia de Santa Cruz de La Sierra para La Paz quando o seu avião foi dado como desaparecido. Só seria encontrado no dia seguinte, algures em Viloco. Morreram todos os que se encontravam a bordo, num total de 74 pessoas. Entre estas seguiam 16 jogadores do clube e diversos membros da equipa técnica.


Desastre nos céus da Ucrânia

Dez anos depois da última tragédia do género, um novo avião volta a vitimar futebolistas. Desta feita, o desastre aconteceu quando dois aviões chocaram nos céus da Ucrânia, em agosto de 1979. Um dos aparelhos levava a equipa do Uzebequistão, o Pakhtakor Tashkent, para Minsk, para um jogo com o Dínamo. Ao todo, morreram 178 pessoas que seguiam nos dois aviões, 14 dos quais eram jogadores e três pertenciam à equipa técnica. 

Equipa do Alianza Lima despenha-se no Pacífico

No final de 1987, novo desastre: um voo fretado pela equipa peruana Alianza Lima despenhou-se no Oceano Pacífico, a dez quilómetros do aeroporto de chegada. O Alianza era líder do campeonato peruano, mas ficou sem equipa: todos os 16 jogadores que seguiam no avião morreram no acidente, bem como toda a equipa técnica. Dos 54 passageiros e membros de tripulação, apenas o piloto sobreviveu. 

A morte dos Colorful 11

Um grupo de jogadores holandeses originários do Suriname formou, em 1989, uma equipa, os Colorful 11, para participar numa partida amigável na antiga colónia da Holanda. O avião em que seguiam de Amesterdão para participar no evento acabou por cair quando se preparava para aterrar em Paramaribo.

Seguiam a bordo 176 pessoas, entre os quais 15 dos jogadores descendentes de surinameses. Sobreviveram 11 pessoas, onde se incluem três jogadores. 

Seleção da Zâmbia cai ao mar após escala técnica

O mais recente dos desastres de aviação que envolveram equipas de futebol aconteceu em 1993 e envolveu a seleção da Zâmbia. O avião da Força Aérea onde seguiam para o Senegal acabou por cair no mar depois de efetuar uma escala técnica em Libreville, no Gabão. Todos os 30 ocupantes morreram, incluindo a equipa técnica e os 18 jogadores convocados.

Chapecoense Lisboa Avio Linee Italiane Basílica de Superga Grande Torino desporto futebol desastres
Ver comentários