Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Regulador moçambicano vai monitorizar qualidade de serviços de comunicações móveis

Será produzido um relatório sobre a qualidade dos serviços de cada operadora de comunicações móveis no país.
Lusa 28 de Setembro de 2020 às 15:01
Cabos de telecomunicações, imagem ilustrativa
Cabos de telecomunicações, imagem ilustrativa FOTO: Pixabay
O Instituto Nacional de Comunicações de Moçambique (INCM), autoridade reguladora das comunicações, vai monitorizar a qualidade dos serviços de comunicações móveis que operam no país, anunciou esta segunda-feira a tutela.

"Não obstante os melhores resultados que temos vindo a alcançar com a expansão da rede de telecomunicações, preocupa-nos ainda a qualidade dos serviços prestados aos cidadãos, sendo a monitoria uma das respostas a este desafio", disse o ministro dos Transportes e Comunicações, Janfar Abdulai, citado pelo diário Notícias.

Segundo o governante, será produzido um relatório sobre a qualidade dos serviços de cada operadora de comunicações móveis no país para, assim, permitir que "os cidadãos escolham as melhores opções a subscrever".

A iniciativa visa "promover a melhoria da qualidade dos serviços", avançou o ministro, acrescentando que se trata também do cumprimento das atividades traçadas para o setor da comunicação no Programa Quinquenal do Governo 2020/2024.

Três operadoras móveis funcionam em Moçambique: Vodacom, Movitel e a estatal Tmcel.

Ver comentários