Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Reino Unido vai aplicar mão dura contra tráfico de droga

Governo quer tirar passaporte e carta a consumidores.
Ricardo Ramos 8 de Dezembro de 2021 às 09:54
Boris Johnson acompanhou operação policial contra o tráfico em Liverpool
Boris Johnson acompanhou operação policial contra o tráfico em Liverpool
O governo britânico admite tirar a carta de condução e o passaporte a consumidores de drogas de uso recreativo como a cocaína e os opioides, numa tentativa de travar a criminalidade a elas associada.

A medida, que está a ser estudada pelo governo no âmbito de um plano de combate ao narcotráfico a 10 anos, visa penalizar duramente os consumidores de classe média e alta que alimentam um negócio altamente lucrativo e com graves consequências ao nível da criminalidade.

"Queremos visar o consumidor recreativo, que acha que não faz parte do problema. São medidas que vão interferir com o seu estilo de vida", disse o primeiro-ministro, Boris Johnson, que no início desta semana acompanhou uma operação policial contra o tráfico de drogas em Liverpool. Johnson anunciou ainda que as medidas contra os consumidores podem incluir a proibição de deslocações para fora da cidade de residência e a imposição do recolher obrigatório noturno.

O plano inclui ainda penas de prisão mais pesadas para os traficantes e medidas para combater os gangs que recrutam menores como ‘mulas’ de droga.

PORMENORES
Negócio de 11 mil milhões
Estimativas oficiais indicam que o tráfico de drogas movimenta mais de 11 mil milhões de euros por ano no Reino Unido. Governo calcula que existam cerca de um milhão de consumidores de cocaína e 300 mil consumidores de opioides no país.

‘Coca’ no Parlamento
O anúncio do plano governamental coincidiu com a notícia da descoberta de vestígios de cocaína em quase todas as casas de banho do Parlamento britânico. Polícia admitiu colocar cães especialistas em detetar droga no edifício.
Ver comentários