Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Rio de Janeiro bate novo recorde: 248 mortes por coronavírus em 24 horas

Hospitais sem capacidade para mais doentes. Médicos pedem ventiladores.
Domingos Grilo Serrinha e correspondente no Brasil 25 de Maio de 2020 às 08:29
Coronavírus no Brasil
Coronavírus no Brasil FOTO: Direitos Reservados
O estado do Rio de Janeiro bateu, sábado, um novo recorde de mortes provocadas pela Covid-19. Os dados, que evidenciam a aceleração da propagação da pandemia, foram divulgados pela secretaria estadual de Saúde do Rio de Janeiro.

Em apenas 24 horas (de sexta para sábado), foram confirmadas 248 vítimas mortais, o maior número de sempre registado na região desde o início da pandemia. No total,  estavam contabilizadas 3905 mortes por Covid.

Os hospitais públicos estão um caos. Há pessoas a morrer à espera de uma cama nos Cuidados Intensivos e médicos que se queixam da falta de ventiladores, de equipamentos de proteção individual e medicamentos. Dos sete hospitais de campanha anunciados pelo governo do Rio de Janeiro há meses, só dois estão a funcionar e, mesmo assim, com capacidade e meios inferiores ao anunciado.

PORMENORES
Cem fiéis infetados
As autoridades de saúde alemãs estão a tentar rastrear todos os que participaram este mês numa missa em Frankfurt, depois que mais de 100 pessoas que estiveram presentes terem testado positivo.

Cummings sob pressão
Pelo menos sete deputados conservadores já pediram a demissão de Dominic Cummings, o principal assessor do primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, por violação das regras de confinamento.

Verão em casa
A ministra francesa da Transição Ecológica e Solidária, Élisabeth Borne, aconselhou os seus compatriotas a não viajarem no verão para o estrangeiro, em particular para Espanha, pelas suas "medidas contraditórias".

MUNDO EM PORTUGUÊS
ONU prevê recessão de 1,8% para Angola
A analista de assuntos económicos com o pelouro de África das Nações Unidas, Helena Afonso, disse que a ONU prevê uma recessão de 1,8% em Angola este ano, devido ao colapso do petróleo e à Covid, antecipando uma recuperação de 1,5% em 2021. "Os níveis de dívida são elevados e haverá uma redução acentuada da entrada de divisas, o que limita a capacidade do país para conter e mitigar os efeitos da desaceleração económica", alerta ainda.

Economia de Moçambique cresce 1,7% e acelera em 2021
Moçambique deverá crescer 1,7% este ano, segundo as previsões da ONU, e acelerar para 2,7% em 2021. O principal travão a um maior crescimento em 2020 tem que ver, sobretudo, com "a menor produção de carvão e a fraca produção agrícola". Para os economistas da ONU, "são necessárias medidas de alívio orçamental nesta altura, mas a pouca margem orçamental e os efeitos da crise da dívida de 2016 limitam a capacidade" do país.

Travão a fundo em Cabo Verde
A economia de Cabo Verde deve contrair 2,7% este ano, um recuo motivado pela recessão na Zona Euro, que influencia o comércio, o turismo e as remessas, diz a ONU. 2021 trará um crescimento de 4,2%, com a recuperação de alguma indústria, a retoma da agricultura e a melhoria das condições económicas globais.

Procura de caju cai na Guiné-Bissau
A Guiné-Bissau vai assistir a uma contração de 1,1% este ano devido à descida da procura externa pelo caju e consequente queda nas exportações. Para a ONU, 2021 trará um crescimento de 3,5% devido à recuperação da procura externa, aumento dos volumes de exportações e melhorias na economia nacional.

VOLTA AO MUNDO
500 mil batas
A organização sem fins lucrativos Course of Trade, com sede em Brooklyn, Nova Iorque, iniciou um projeto de fabrico de meio milhão de batas que mobilizou seis fábricas e criou 300 empregos temporários para costureiros.

Fim da emergência
As autoridades japonesas deverão anunciar hoje o fim do estado de emergência, que vigora no país desde o passado dia 7 de abril, face à melhoria das condições nos hospitais, com um aumento substancial de camas disponíveis.

Aplicação dá ajuda
Seis milhões de australianos, país com 25 milhões de habitantes, já descarregaram a aplicação de rastreio à Covid-19 para smartphones. O governo diz que a aplicação está a desempenhar um papel importante na resposta da Austrália ao vírus.

Canadá atento
O mayor luso-canadiano no município fronteiriço de Kingsville está preocupado com o elevado número de casos e mortes nos EUA. "Estamos perto da fronteira com os EUA, do Michigan. Estamos muito atentos", disse Nelson Santos.

Quinta quarentena
O presidente da Argentina anunciou a quinta extensão da quarentena no país, até 7 de junho, e o endurecimento das medidas de restrição em Buenos Aires. São já 80 dias de confinamento, mais do que França, Itália ou Espanha.

Procura de hotéis
A agência de viagens online espanhola Destinia registou um aumento nas pesquisas de hotéis no país de 142%, entre 14h00 e 19h00 de sábado. Constatou ainda uma recuperação do número de reservas durante essas cinco horas.

Igrejas reabrem
Igrejas, mesquitas e sinagogas reabriram este domingo em França, depois de mais de dois meses fechadas. Durante as celebrações é obrigatório o uso de máscaras e os lugares foram reorganizados, de forma a garantir a distância de segurança.

Festas de emigrantes
As festas e encontros que permitiam às associações portuguesas em França manter as contas equilibradas durante o resto do ano foram anuladas devido à Covid-19 e os dirigentes pedem agora mais apoios às autoridades portuguesas.

3 tipos de coronavírus
O Instituto de Virologia de Wuhan anunciou ter três tipos vivos de coronavírus de morcego, mas nenhum é o da Covid-19. A diretora do instituto afirmou desconhecer o vírus. O laboratório tem sido apontado como estando na origem da Covid.

Eficácia da vacina
As primeiras indicações da eficácia de uma potencial vacina podem chegar no outono, afirmou o administrador da Aliança Mundial para Vacinas e Imunização, acrescentando que ainda há um longo caminho até que fique disponível.

Mais informação sobre coronavírus AQUI.

MAPA da situação em Portugal e no Mundo.

SAIBA como colocar e retirar máscara e luvas.

APRENDA a fazer a sua máscara em casa.

CUIDADOS a ter quando recebe uma encomenda em casa.

DÚVIDAS sobre coronavírus respondidas por um médico

Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)