Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

"Salvem os mais jovens": Mulher de 90 anos morre com coronavírus após prescindir de ventilador

Suzanne disse aos médicos que já tinha tido "uma boa vida".
Correio da Manhã 1 de Abril de 2020 às 16:21
Suzanne Hoylaerts
Suzanne Hoylaerts FOTO: Facebook

Uma mulher de 90 anos morreu infetada com coronavírus após ter recusado um ventilador alegando que faria mais falta a alguém mais novo uma vez que já tinha tido "uma boa vida". 

Suzanne Hoylaerts, de Lubeek, na Bélgica, foi internada no hospital duas semanas após ter começado a ter dificuldades respiratórias e perda de apetite. 

Foi testada positiva para coronavírus e colocada em isolamento, no entanto, o seu quadro clínico rapidamente se degradou.

Os médicos propuseram ligá-la a um ventilador, mas Suzanne recusou: "Não quero usar respiração artificial, salvem os pacientes mais jovens". 

Suzanne acabou por morrer dois dias depois de ter sido internada. A filha lamenta a ausência de uma despedida da mãe. 

"Não posso dizer-lhe adeus, e não tive sequer a oportunidade de ir ao seu funeral", revelou. Este impedimento deve-se ao facto de Suzanne estar infetada com coronavírus e por isso, mesmo após a sua morte, ser um risco de contaminação do vírus. 

A filha afirma ainda não conseguir perceber como é que a mãe foi infetada uma vez que tinha estado em isolamento. 

Atualmente há mais de 700 mortos por coronavírus na Bélgica. 

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus

- Siga ao minuto as últimas sobre a doença
- Mapa da situação em Portugal e no Mundo: veja a evolução da pandemia
- Conselhos sobre o coronavírus no explicador
- Conheça os mitos que deve ignorar sobre a doença

Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24

Bélgica Suzanne Hoylaerts questões sociais morte saúde doenças
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)