Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

"Se apanhar a Covid-19, morro": Mãe ameaçada com prisão por recusar mandar os filhos à escola

Katy Simpson sofre com diabetes, asma e problemas na tiróide o que a torna doente de risco.
Correio da Manhã 26 de Outubro de 2020 às 19:59
Katy Simpson
Katy Simpson FOTO: Facebook
Katy Simpson, uma mãe de 29 anos de North Yorks, Inglaterra, está a ser ameaçada com prisão por se recusar a mandar os filhos, ambos de seis anos à escola após as aulas terem recomeçado. 

A mulher sofre com diabetes, asma e tiróide, o que faz com que seja doente de risco caso seja infetada com a Covid-19. Por essa razão, a mulher não quer que os filhos vão à escola pois poderão tornar-se veículos do vírus. 

"Se eu apanhar este vírus, morrerei", defende a mulher justificando que apenas quer reduzir ao máximo possíveis exposições à Covid-19. 
Katy mal sai de casa desde que as medidas de confinamento foram introduzidas pela primeira vez em março em Inglaterra e diz que só faz uma ida semanal rápida às lojas para comprar coisas para a casa. 

Perante a sua decisão, e após a ausência dos filhos nas aulas, um elemento dos serviços sociais foi a sua casa e entregou-lhe uma carta de advertência do tribunal. Terá de pagar mais de 2700 euros e enfrentar até três meses de cadeia se não mandar os filhos à escola. 

Katy denuncia a situação, indignada, por se tratar de uma questão de saúde. A lei da educação local indica que os pais que não mandarem os filhos à escola podem estar a infrigir a lei caso não tenham nenhuma justicação razoável.

A mulher, que se encontra desempregada, não muda de ideias: "
Sou mãe solteira e não tenho minha família por perto para ajudar com as crianças. Não posso correr esse risco".
Katy Simpson Covid-19 North Yorks Inglaterra questões sociais
Ver comentários