Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Sede do PP em Cañamero vandalizada

Incidente ocorre no "dia de reflexão" em Espanha.
25 de Junho de 2016 às 15:34
Agressores pintaram símbolos fascistas e comunistas e palavras insultuosas
Agressores pintaram símbolos fascistas e comunistas e palavras insultuosas FOTO: Direitos Reservados
A fachada da sede do Partido Popular (PP) em Cañamero, na província espanhola de Cáceres, foi alvo de um ato de vandalismo, com os agressores a pintarem símbolos fascistas e comunistas e palavras insultuosas, foi este sábado divulgado.

O incidente ocorre no "dia de reflexão" em Espanha, que realiza domingo novas eleições legislativas, pela segunda vez em seis meses, depois do fracasso das negociações para um acordo para a formação de governo.

Segundo os relatos de habitantes e imagens divulgadas pelo PP, uma das janelas da fachada do edifício surgiu pintada com a palavra "porcos" e com símbolos fascistas e comunistas.

Em comunicado, o porta-voz do PP na província de Cáceres, Emilio Borrega, afirmou que este tipo de ações "não deviam acontecer numa sociedade" que se rege pela democracia e pela liberdade.

"A sociedade não deve acomodar àqueles que apenas querem atingir os seus objetivos através da intimidação, agressão ou falta de liberdade", acrescentou.

Emilio Borrega também informou que o PP apresentou uma queixa junto do Conselho Eleitoral depois de ter tido conhecimento de que o candidato do Partido Socialista (PSOE) ao Senado por esta província, Juan Andrés Tovar, ter publicado este sábado - "dia de reflexão" - nas redes sociais "um vídeo a apelar ao voto nos socialistas e a fazer campanha contra as outras formações políticas".

"Juan Andrés Tovar é consciente de que está a violar a lei eleitoral, por isso criticamos esta atuação e consideramos que é uma grave falta de respeito para com as instituições e para com os cidadãos", acrescentou o dirigente popular.
Partido Popular Cáceres Espanha política
Ver comentários