Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Semana de 4 dias para salvar empregos. Maior sindicato alemão propõe medida

Maior sindicato alemão admite apoiar a semana de trabalho de quatro dias para evitar a perda de empregos na indústria germânica.
Jornal de Negócios 15 de Agosto de 2020 às 13:39
Fábrica
Fábrica FOTO: Direitos Reservados
O IG Metall, maior sindicato alemão, propôs este sábado negociar uma transição para a semana de quatro dias de trabalho por forma a manter o emprego numa altura em que a economia sofre o impacto da pandemia da covid-19 e mudanças estruturais na indústria automóvel, que tem grande peso na Alemanha.

Em entrevista publicada hoje no Sueddeutsche Zeitung e citada pela Reuters, Jörg Hofmann, líder do sindicato que conta com 2,3 milhões de filiados nos setores da metalurgia e eletricidade, admitiu essa possibilidade.

Leia a notícia completa no Jornal de Negócios
Alemanha IG Metalleconomia negócios e finanças trabalho semana trabalho
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)