Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Sobe para 46 o número de mortos na tempestade tropical Harvey

Número poderá aumentar à medida que as operações de resgate prosseguem no terreno.
1 de Setembro de 2017 às 19:26
Chuva que caiu em Houston, no Texas, atingiu em quatro dias a altura de 127 centímetros
Chuva que caiu em Houston, no Texas, atingiu em quatro dias a altura de 127 centímetros
Chuva que caiu em Houston, no Texas, atingiu em quatro dias a altura de 127 centímetros
Chuva que caiu em Houston, no Texas, atingiu em quatro dias a altura de 127 centímetros
Chuva que caiu em Houston, no Texas, atingiu em quatro dias a altura de 127 centímetros
Chuva que caiu em Houston, no Texas, atingiu em quatro dias a altura de 127 centímetros
Chuva que caiu em Houston, no Texas, atingiu em quatro dias a altura de 127 centímetros
Chuva que caiu em Houston, no Texas, atingiu em quatro dias a altura de 127 centímetros
Chuva que caiu em Houston, no Texas, atingiu em quatro dias a altura de 127 centímetros
Chuva que caiu em Houston, no Texas, atingiu em quatro dias a altura de 127 centímetros
Chuva que caiu em Houston, no Texas, atingiu em quatro dias a altura de 127 centímetros
Chuva que caiu em Houston, no Texas, atingiu em quatro dias a altura de 127 centímetros
Chuva que caiu em Houston, no Texas, atingiu em quatro dias a altura de 127 centímetros
Chuva que caiu em Houston, no Texas, atingiu em quatro dias a altura de 127 centímetros
Chuva que caiu em Houston, no Texas, atingiu em quatro dias a altura de 127 centímetros
Chuva que caiu em Houston, no Texas, atingiu em quatro dias a altura de 127 centímetros
Chuva que caiu em Houston, no Texas, atingiu em quatro dias a altura de 127 centímetros
Chuva que caiu em Houston, no Texas, atingiu em quatro dias a altura de 127 centímetros
Chuva que caiu em Houston, no Texas, atingiu em quatro dias a altura de 127 centímetros
Chuva que caiu em Houston, no Texas, atingiu em quatro dias a altura de 127 centímetros
Chuva que caiu em Houston, no Texas, atingiu em quatro dias a altura de 127 centímetros
Chuva que caiu em Houston, no Texas, atingiu em quatro dias a altura de 127 centímetros
Chuva que caiu em Houston, no Texas, atingiu em quatro dias a altura de 127 centímetros
Chuva que caiu em Houston, no Texas, atingiu em quatro dias a altura de 127 centímetros
Chuva que caiu em Houston, no Texas, atingiu em quatro dias a altura de 127 centímetros
Chuva que caiu em Houston, no Texas, atingiu em quatro dias a altura de 127 centímetros
Chuva que caiu em Houston, no Texas, atingiu em quatro dias a altura de 127 centímetros
Chuva que caiu em Houston, no Texas, atingiu em quatro dias a altura de 127 centímetros
Chuva que caiu em Houston, no Texas, atingiu em quatro dias a altura de 127 centímetros
Chuva que caiu em Houston, no Texas, atingiu em quatro dias a altura de 127 centímetros
Chuva que caiu em Houston, no Texas, atingiu em quatro dias a altura de 127 centímetros
Chuva que caiu em Houston, no Texas, atingiu em quatro dias a altura de 127 centímetros
Chuva que caiu em Houston, no Texas, atingiu em quatro dias a altura de 127 centímetros
Chuva que caiu em Houston, no Texas, atingiu em quatro dias a altura de 127 centímetros
Chuva que caiu em Houston, no Texas, atingiu em quatro dias a altura de 127 centímetros
Chuva que caiu em Houston, no Texas, atingiu em quatro dias a altura de 127 centímetros
Chuva que caiu em Houston, no Texas, atingiu em quatro dias a altura de 127 centímetros
Chuva que caiu em Houston, no Texas, atingiu em quatro dias a altura de 127 centímetros
Chuva que caiu em Houston, no Texas, atingiu em quatro dias a altura de 127 centímetros
Chuva que caiu em Houston, no Texas, atingiu em quatro dias a altura de 127 centímetros
Chuva que caiu em Houston, no Texas, atingiu em quatro dias a altura de 127 centímetros
Chuva que caiu em Houston, no Texas, atingiu em quatro dias a altura de 127 centímetros
Chuva que caiu em Houston, no Texas, atingiu em quatro dias a altura de 127 centímetros
Chuva que caiu em Houston, no Texas, atingiu em quatro dias a altura de 127 centímetros
Chuva que caiu em Houston, no Texas, atingiu em quatro dias a altura de 127 centímetros
Pelo menos 46 pessoas morreram nos Estados Unidos na sequência da passagem da tempestade tropical Harvey, informaram hoje as autoridades locais, admitindo que este número poderá aumentar à medida que as operações de resgate prosseguem no terreno.

O anterior balanço da intempérie dava conta de 39 mortos e milhares de desalojados no Estado do Texas, um dos mais afetados pela tempestade.

A tempestade tropical Harvey, que atingiu há uma semana o Estado do Texas como um furação de categoria 4 (numa escala em que a categoria máxima é 5), provocou chuvas torrenciais, grandes inundações e desalojou milhares de pessoas só na área da cidade de Houston, a cidade mais populosa do Texas, no sul dos Estados Unidos.

A tempestade deslocou-se depois para leste e atingiu o Estado do Louisiana.

O governador do Texas, Greg Abbott, avisou hoje que os trabalhos de reconstrução total "será um projeto que levará vários anos".

Segundo relataram os 'media' locais, em Beaumont, uma cidade de quase 120 mil habitantes próxima da fronteira com o Estado do Louisiana, a situação continua a ser preocupante, especialmente por não há água potável há vários dias.

Uma porta-voz da Cruz Vermelha, Suzy DeFrancis, referiu hoje à estação norte-americana CNN que o número de pessoas recolhidas em refúgios atingiu os 42 mil, admitindo que a organização internacional terá de prestar apoio até, pelo menos, o Dia de Ação de Graças, em finais de novembro.

Já Sylvester Turner, o presidente da cidade de Houston, adotou um tom mais otimista e assegurou hoje que a cidade está "a começar a entrar na fase de recuperação".

"Ainda há muitos resgates na região, mas, no que diz respeito à cidade de Houston, estamos a começar a entrar na fase de recuperação", disse Turner, também em declarações à CNN.

O autarca apontou que a rede elétrica de Houston está a recuperar lentamente e que neste momento já existem menos de 35 mil lares sem eletricidade.

O sistema de trânsito da cidade e os serviços de recolha de lixo também foram restabelecidos, com o presidente da câmara de Houston a destacar ainda a abertura ao público do jardim zoológico daquela cidade.

Apesar de ter evoluído para uma tempestade tropical, o Harvey foi o furação mais forte a chegar os Estados Unidos desde 2005, ano em que o Katrina atingiu Nova Orleães, e o maior a afetar o Estado do Texas desde 1961.

Só no Estado do Texas, a tempestade Harvey terá provocado até agora prejuízos na ordem dos 58 mil milhões de dólares (cerca de 49 mil milhões de euros), segundo um relatório de uma equipa de peritos alemães em catástrofes naturais publicado na quinta-feira.

Caso esta estimativa se confirme, a tempestade Harvey será a nona catástrofe natural mais dispendiosa desde 1900, segundo o Centro para a gestão de catástrofes e redução de riscos tecnológicos (CEDIM) de Karlsruhe.

Perante tal cenário, o custo total das catástrofes naturais registadas no mundo durante o ano corrente poderá ultrapassar a barreira dos 100 mil milhões de dólares (84 mil milhões de euros) pelo oitavo ano consecutivo.
Ver comentários