Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Supremo Tribunal das Filipinas decide sobre lei que proíbe casamento 'gay'

Casal de homossexuais interpôs ação judicial pela abolição da lei que só autoriza uniões entre homens e mulheres.
Lusa 20 de Junho de 2018 às 08:08
Ativistas dos direitos dos homossexuais manifestam-se junto ao Supremo Tribunal das Filipinas
Ativistas dos direitos dos homossexuais manifestam-se junto ao Supremo Tribunal das Filipinas
Ativistas dos direitos dos homossexuais manifestam-se junto ao Supremo Tribunal das Filipinas
Ativistas dos direitos dos homossexuais manifestam-se junto ao Supremo Tribunal das Filipinas
Ativistas dos direitos dos homossexuais manifestam-se junto ao Supremo Tribunal das Filipinas
Ativistas dos direitos dos homossexuais manifestam-se junto ao Supremo Tribunal das Filipinas
Ativistas dos direitos dos homossexuais manifestam-se junto ao Supremo Tribunal das Filipinas
Ativistas dos direitos dos homossexuais manifestam-se junto ao Supremo Tribunal das Filipinas
Ativistas dos direitos dos homossexuais manifestam-se junto ao Supremo Tribunal das Filipinas

O Supremo Tribunal da Filipinas começou a apreciar, esta terça-feira, a lei que proíbe o casamento 'gay' no país, algo inédito no arquipélago, onde a maioria da população é católica.

Dois casais homossexuais, a quem foi negado o direito de casarem, interpuseram uma ação judicial no Supremo Tribunal a favor da abolição de uma lei de 1987, que define o casamento como um ato entre um homem e uma mulher.

"Quando o direito de casar, uma decisão tão pessoal, íntima e transformadora, é negado ao povo Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgénero (LGBT), o Estado priva-o da sua dignidade", declarou o advogado Jesus Falcis, que também é um dos reclamantes.

Supremo Tribunal da Filipinas Gays Lésbicas Transexuais Travestis LGBT Estado Jesus Falcis casamento gay lei
Ver comentários