Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Supremo Tribunal do Reino Unido proíbe jovem britânica de regressar ao país após se juntar ao Daesh

Justiça inglesa diz que jovem representa um perigo para a segurança nacional.
Correio da Manhã 26 de Fevereiro de 2021 às 10:49
Shamima Begum
Shamima Begum FOTO: Reuters

Uma mulher de nacionalidade britânica que foi para a Síria como estudante para ingressar no Daesh está proibida de regresssar ao Reino Unido porque representa um risco de segurança para o país, anunciou esta sexta-feira o Supremo Tribunal do Reino Unido.

Shamima Begum deixou Londres em 2015 quando tinha 15 anos e foi para a Síria com duas colegas, onde se casou com um representante do Daesh.

Segundo a Reuters, Begum, hoje com 21 anos, que está detida na Síria, perdeu a cidadania britânica em 2019. O Supremo Tribunal decidiu que embora a jovem ainda possa apelar contra a decisão de retirar a cidadania, Shamima não pode regressar ao país britânico.

O governo britânico argumentou que aqueles que se aliaram ao Estado Islâmico representam um sério risco para a segurança nacional.

Supremo Tribunal do Reino Unido Reino Unido Daesh Síria Shamima Begum crime lei e justiça política crime
Ver comentários