Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

"Suspeito de raptar Maddie é culpado": Homem que denunciou Brueckner diz que menina foi assassinada

Busching espera que o alemão fique na cadeia por muito tempo.
Ana Palma 11 de Setembro de 2020 às 18:38
Christian Brueckner
Christian Brueckner

Um homem de 48 anos que ajudou a relançar a investigação sobre o desaparecimento de Madeleine McCann diz saber que o pedófilo alemão Christian Brueckner, seu amigo, matou a menina inglesa e espera que ele fique na cadeia por muito tempo.



A revelação foi feita pela imprensa britânica, segundo a qual Helge Busching, que conheceu Brueckner na altura em que Maddie desapareceu, na Praia da Luz, Lagos, diz que o suspeito lhe revelou ter estado envolvido no desaparecimento da criança, em 2008.  

Busching, que  ajudou a condenar Brueckner pela violação de uma mulher de 73 anos, tendo roubado a câmara em que ele filmou o crime, deu o nome do alemão à polícia inglesa em 2017, aquando do 10º aniversário do desaparecimento da menina.

Assegura que Brueckner lhe contou, durante um festival em Espanha, em 2008, ter estado envolvido no desaparecimento. Nove anos mais tarde, depois de Busching ter sido preso por tráfico de imigrantes na Grécia, disse que queria falar com a polícia britânica. Em Atenas quando lhe perguntaram o que pensava de Brueckner, relativamente a Maddie, respondeu: Culpado.