Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Suspeitos de envenenar espião dizem que foram a Inglaterra "fazer turismo"

"Temos medo", dizem os dois homens sobre o prémio que dizem existir pelas suas cabeças.
13 de Setembro de 2018 às 13:05
Ruslan Boshirov e Alexander Petrov negam ataque a espião russo em Inglaterra
Ruslan Boshirov e Alexander Petrov negam ataque a espião russo em Inglaterra FOTO: RT
Ruslan Boshirov e Alexander Petrov, os dois homens procurados por Inglaterra pela suspeita de terem envenenado o antigo espião russo Sergei Skripal deram uma entrevista à televisão estatal russa RT a clamar a sua inocência.

Os dois confirmaram que estavam em Inglaterra na altura do ataque a Sergei e à sua filha, Julia, mas garantem que estavam a fazer uma visita turística ao país e que não têm nada a ver com o crime.

Os russos dizem que quando visitaram Salisbury, em março deste ano, estavam lá em turismo. E um deles até detalhou o que foram ver: "Existe a famosa catedral de Salisbury, famosa não só na Europa mas em todo o mundo. é famosa pelo pináculo de 123 metros e pelo seu relógio, o primeiro do género criado em todo o mundo, e que ainda trabalha" detalhou Boshirov.



Alexander Petrov, justifica porque é que estiveram em Salisbury dois dias seguidos, a 2 e 3 de março. "Chegámos no dia 2 e fomos a uma estação de comboios, para ver os horários. No dia seguinte, passeámos pela cidade, mas apenas durante meia-hora porque estava coberta de neve".

A RT divulgou um excerto da entrevista, que deverá ser transmitida na íntegra na noite desta quinta-feira. Na transcrição publicada em ingês na página da RT os homens dizem que vieram a público contar a sua versão por se sentirem ameaçados. Mas recusaram responder às perguntas sobre a natureza da relação entre ambos

"Temos medo de sair à rua. Tememos pelas nossas vidas", diz Boshirov. "Há um prémio sobre as nossas cabeças" diz o homem, explicando o transtorno que o caso lhes trouxe.

Britânicos mantêm suspeitas
Apesar destas explicações, a polícia britânica mantém as acusações. As autoridades garantem que os dois homens, que aparentam excelente forma física, são agentes secretos ao serviço do Kremlin que entraram no país com nomes falsos para cometer o crime.


Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)