Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Terapeuta americana morre de coronavírus uma semana após testar positivo

Isabelle Papadimitriou tinha 64 anos e estava na linha da frente a cuidar de doentes infetados com Covid-19.
Correio da Manhã 17 de Julho de 2020 às 17:52
Isabelle Papadimitriou morreu uma semana depois de testar positivo ao coronavírus
Filha explicou que a mãe iria lutar com todas as forças contra a doença pela neta
A terapeuta americana foi a 531.ª vítima mortal dos trabalhadores de saúde que lidam com a pandemia
Isabelle Papadimitriou morreu uma semana depois de testar positivo ao coronavírus
Filha explicou que a mãe iria lutar com todas as forças contra a doença pela neta
A terapeuta americana foi a 531.ª vítima mortal dos trabalhadores de saúde que lidam com a pandemia
Isabelle Papadimitriou morreu uma semana depois de testar positivo ao coronavírus
Filha explicou que a mãe iria lutar com todas as forças contra a doença pela neta
A terapeuta americana foi a 531.ª vítima mortal dos trabalhadores de saúde que lidam com a pandemia

Uma terapeuta americana morreu a 4 de julho em Dallas, Texas, uma semana depois de lhe ter diagnosticado o coronavírus.

Isabelle Papadimitriou, de 64 anos, que trabalhava na clínica Baylor, Scott &e White Health, tornou-se a 531.ª vítima da Covid-19, dos trabalhadores de saúde que estão na linha da frente desde que a pandemia alastrou nos Estados Unidos.

Os centros de controlo e prevenção de doenças americanos acreditam, no entanto, que a o número de mortes nesse grupo é muito maior, já que mais de 99 mil pessoas foram infetadas.

"Os terapeutas da respiração estão absolutamente na linha de frente", Fiana Tulip, que descreveu a mãe ao canal NBC como uma pessoa divertida e destemida.

Segundo a filha, Isabelle Papadimitriou começou a sentir-se doente a 27 de junho e, dois dias depois, recebeu os testes positivos ao coronavírus.

Numa das últimas conversas que teve com a mãe, a terapeuta queixou-se de estar muito fraca e que a tosse era muito dolorosa.

Fiana Tulip, que criou uma conta no GoFundMe a pedido da mãe, escreveu no Twitter que a terapeuta iria lutar com todas as forças contra a doença, pela neta de dez meses. Não conseguiu.

Ainda de acordo com a filha, Isabelle Papadimitriou não tinha quaisquer problemas de saúde conhecidas, que fossem um fator de risco para tratar doentes infetados com Covid-19.

Dois dias antes da morte da terapeuta, o governador Greg Abbott tinha emitido uma ordem executiva a obrigar o uso de máscaras de proteção em todo o Texas.

Dallas Texas Fiana Tulip Isabelle Papadimitriou Covid-19 saúde doenças coronavírus EUA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)