Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Terroristas queriam fazer reféns na Turquia

Três atacantes planeavam reunir vítimas e fazer um massacre.
1 de Julho de 2016 às 12:10
Atentado ocorreu na noite desta terça-feira no aeroporto Ataturk em Istambul, na Turquia
Atentado ocorreu na noite desta terça-feira no aeroporto Ataturk em Istambul, na Turquia FOTO: Ismail Coskun/Reuters
Um jornal turco adiantou, esta sexta-feira, os planos dos três terroristas que atacaram o aeroporto internacional de Istambul esta semana. 

Segundo a publicação, o objetivo dos bombistas suicidas passaria pela tomada de diversos reféns para levar a cabo um massacre. 

Os atacantes acabaram por se fazer explodir pouco depois de abirem fogo num dos terminais do aeroporto de Ataturk pois, segundo o jornal, "tiveram de começar o ataque mais cedo que o que tinham planeado porque levantaram suspeitas". 

"Os casacos que estavam a usar para disfarçar os coletes-bomba que traziam vestidos chamaram a atenção dos cidadãos e de um polícia", explica o jornal, salientando que estava demasiado calor na cidade para justificar tais casacos.

44 pessoas perderam a vida neste ataque, o mais sangrento de 2016 na Turquia. 

As autoridades turcas acreditam que o ataque foi obra do Daesh e já conseguiu identificar as nacionalidades dos atacantes. Os bombistas eram provenientes da Rússia, do Uzebequistão e do Quirguistão.
Ver comentários