Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Tribunal condena herdeiro do império Samsung a dois anos e meio de prisão

Lee já tinha sido condenado a cinco anos de prisão em agosto de 2017 por subornos e desvio de fundos.
Lusa 18 de Janeiro de 2021 às 07:46
Samsung
Samsung FOTO: Getty Images
Um tribunal em Seul condenou esta segunda-feira o herdeiro do império Samsung, Lee Jae-yong, a dois anos e meio de prisão, no novo julgamento pela participação no esquema de corrupção da ex-Presidente sul-coreana Park Geun-hye.

O Tribunal Superior de Seul decidiu impor esta pena a Lee Jae-yong por ter subornado Choi Soon-sil (amiga da ex-Presidente sul-coreana), conhecida de "Rasputin", como parte de uma vasta rede de favores que escandalizaram o país e desencadearam a saída de Park do poder e consequente condenação.

Lee já tinha sido condenado a cinco anos de prisão em agosto de 2017 por subornos destinados a obter tratamento favorável das autoridades, desviar fundos, ocultar bens no estrangeiro e cometer perjúrio.

Samsung Park Geun-hye Lee Jae-yong Seul crime lei e justiça crime económico punição / sentença
Ver comentários