Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

UE fala em "choque" no caso da morte de Floyd nos Estados Unidos e afirma que "vidas negras importam"

Cidadão afro-americano morreu durante uma detenção violenta por parte da polícia nos Estados Unidos.
Lusa 2 de Junho de 2020 às 12:08
Chefe da diplomacia europeia, Josep Borrell
Chefe da diplomacia europeia, Josep Borrell FOTO: Reuters
O chefe da diplomacia europeia, Josep Borrell, comentou esta terça-feira que a morte de George Floyd provocou choque na Europa, tal como nos Estados Unidos, e adotou também o 'slogan' antirracismo das manifestações, ao afirmar que "as vidas negras importam".

"Nós aqui na Europa, tal como as pessoas nos Estados Unidos, estamos chocados e estupefactos com a morte de George Floyd", afro-americano morto durante uma operação policial em Minneapolis, disse o Alto Representante da União Europeia para a Política Externa, durante uma conferência de imprensa na sede da Comissão Europeia, em Bruxelas.

Defendendo que as sociedades "devem permanecer vigilantes relativamente ao uso excessivo de força" e "garantir que todos os incidentes são lidados de forma rápida, eficaz e em total respeito pelo direitos humanos", Josep Borrell sublinhou que tal ainda é mais verdade em sociedades democráticas, nas quais "os guardiões da ordem não devem agir de forma desproporcionada".

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)