Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Alterações climáticas levam ao canibalismo: ursos polares comem crias para sobreviver

Degelo está a obrigar espécie a procurar novas formas de encontrar alimento.
Correio da Manhã 28 de Fevereiro de 2020 às 09:10
Ursos polares
Urso polar
Ursos polares
Urso polar
Ursos polares
Urso polar
As alterações climáticas e a ação do homem estão a obrigar os ursos polares a recorrer ao canibalismo.

Segundo um cientista russo, citado pela publicação Daily Mail, os animais do Ártico estão a recorrer a esta prática devido ao degelo e à extração de combustíveis fósseis que estão a destruir os habitats. Os ursos polares são assim forçados a sair dos seus locais habituais de caça onde a comida se tornou escassa.

"Os casos de canibalismo entre os ursos polares são um facto há muito estabelecido, mas estamos preocupados com o facto de tais casos raramente serem encontrados enquanto agora são registados com bastante frequência", disse Mordvintsev à agência de notícias Interfax.

O cientista acredita que os animais estão a revoltar-se uns ncontra os outros devido à supressão 
de comida. As fêmeas e as crias são os mais vulneráveis e os alvos mais fáceis para os machos. As mães estão até a comer os próprios filhos.

Os ursos polares costumam caçar as focas no gelo, mas devido à falta do mesmo, a espécie é forçada a procurar outras formas de encontrar alimento.

Nos últimos 25 anos os níveis de gelo no Ártico caíram 40%.

 

Ártico ambiente interesse humano animais meteorologia questões sociais alterações climáticas
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)