Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Uso de luz ultravioleta pode eliminar "eficazmente" novo coronavírus, conclui estudo japonês

99,7% da carga viral do Covid-19 morre depois de exposição de 30 segundos à irradiação deste tipo de luz.
Correio da Manhã 18 de Setembro de 2020 às 16:15
Coronavírus xxx
Coronavírus
Coronavírus
Coronavírus xxx
Coronavírus
Coronavírus
Coronavírus xxx
Coronavírus
Coronavírus
A luz ultravioleta elimina "eficazmente" a Covid-19, defende um estudo desenvolvido por investigadores da Universidade de Hiroshima, no Japão. 

De acordo com este novo avanço na investigação, 99,7% da carga viral do Covid-19 morre depois de ser exposto a 30 segundos de irradiação desta luz de  222 nanómetro em 0,1 mW/cm2.

Este comprimento de onda não pode penetrar na camada externa do olho e da pele das pessoas, pelo que não danificará as células vivas. "Isso torna-a uma alternativa mais segura, mas igualmente poderosa, às lâmpadas usadas para desinfetar instalações sanitárias", concluíram os especialistas.

Para já é preciso uma avaliação adicional da segurança e eficácia da irradiação, uma vez que este estudo só foi realizado in vitro. 
Covid-19 Universidade de Hiroshima Japão ciência e tecnologia
Ver comentários