Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Veja a primeira imagem do rosto do suspeito do desaparecimento de Maddie

Christian Brueckner é o nome do suspeito.
Correio da Manhã 4 de Junho de 2020 às 19:08
Christian Brueckner
Christian Brueckner
O novo suspeito de raptar Madeleine McCann em maio de 2007 chama-se Christian Brueckner. A informação foi avançada esta quinta-feira pelo jornal alemão Der Spiegel. 

Segundo as informações divulgadas, o homem, que está atualmente preso na Alemanha por crimes de abuso sexual, terá vivido no Algarve em 1995 e 2007.

O novo suspeito foi preso por violar uma mulher norte-americana de 73 anos em Portugal.

A polícia britânica, em simultâneo com a polícia alemã, lançou esta quarta-feira um novo apelo público de informação sobre um homem alemão, suspeito de envolvimento no desaparecimento de Madeleine McCann em Portugal em 2007.

Ainda não é conhecido o paradeiro da criança, que poderá estar viva. Maddie terá agora 17 anos.

Tudo o que se sabe sobre o suspeito:

- O homem é de nacionalidade alemã e tem 43 anos. Tem cerca de 1,80m de altura, pele clara e cabelo louro. É descrito como sendo magro.

- Christian Brueckner terá vivido no Algarve em vários períodos intercalados, entre 1995 e 2007. À data do desaparecimento de Maddie, a 3 de Maio de 2007, o homem estava na zona de Lagos e teria 30 anos.

- Christian Brueckner no cadastro vários crimes sexuais. Encontra-se a cumprir uma pena de 7 anos de prisão na Alemanha por ter violado uma mulher norte-americana, de 73 anos, em Portugal. O homem tem duas condenações anteriores por crimes de pedofilia, por contactos sexuais impróprios com duas meninas menores.

- O alemão foi condenado em 2019 pela violação da turista norte-americana, que ocorreu em Setembro de 2005. Foram novas provas, nomeadamente um vídeo do crime, que permitiram que Christian fosse identificado. Os testes de ADN feitos vieram provar que Christian era de facto o responsável pelo crime hediondo. A vítima foi ameaçada com uma faca e agredida com um objecto metálico. No final o criminoso roubou-lhe cerca de 100 euros e deixou-a de mãos e pés atados.

- O suspeito tinha número de telefone português. Chamou a atenção das autoridades porque os números utilizados estiveram em chamada entre as 19h32 e 20h02 – precisamente a ‘hora-chave’ em que a menina terá desaparecido do quarto onde dormia com os dois irmãos. Christian usaria o número + 351 912 730 680 e terá recebido uma chamada durante esse tempo de um outro número português (+351 916 510 683), mas que não estaria exactamente na mesma zona.

- O alemão terá trabalhado em vários setores, nomeadamente na restauração, havendo indícios de que terá cometido crimes de roubo em unidades hoteleiras, apartamentos de férias e restaurantes, estando também ligado ao tráfico de droga.

- O suspeito surge associado a dois veículos que serão essenciais na investigação. Uma carrinha VolksWagen Vestefália branca e amarela foi usada pelo próprio durante o mês de Maio de 2007. Christian terá mesmo chegado a viver na carrinha durante alguns dias. Este veículo teria matrícula portuguesa. Brueckner também tinha uma Jaguar XJR & de 1993, com matrícula alemã, que estava registado em seu nome e que, segundo as autoridades, esteve na zona da Paraia da Luz entre 2006 e 2007. No dia seguinte ao desaparecimento de Maddie, 4 de Maio, Christian mudou o nome no registo da viatura.

- Logo após o desaparecimento de Maddie Mccann, Christian terá abandonado Portugal e voltado para a Alemanha.

- O suspeito viveu numa casa localizada na Praia da Luz, perto do Ocean’s Club, e também terá passado algum tempo noutra habitação em Lagos, que o Correio da Manhã e a CMTV mostraram em exclusivo.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)