Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Vendedor de kebabs mata e desmembra filha depois de jovem chegar bêbeda a casa

Crime foi descoberto em janeiro de 2019, em Kesan, na Turquia, quando um popular encontrou um braço desmembrado numa floresta.
Correio da Manhã 29 de Setembro de 2020 às 08:58
Didem Uslu
Didem Uslu FOTO: Direitos Reservados / Twitter

Um homem acabou detido depois de matar e desmembrar a filha de 24 anos com a ajuda de uma faca do restaurante de kebabs onde trabalhava.

Hasan Uslu justificou o crime ao dizer que a filha teria chegado a casa bêbeda, insultando a mãe. Após uma discussão, o pai estrangulou Didem até à morte, desmembrando-a de seguida.

O crime foi descoberto em janeiro de 2019, em Kesan, na Turquia, quando um popular encontrou um braço desmembrado. As autoridades procederam a testes de impressões digitais e concluíram que o mesmo pertencia à jovem.

A investigação concluiu que foi o pai a matar a filha, desmembrando o corpo de seguida para o congelar. Uslu tentou ainda desfazer-se do cadáver numa floresta, local onde foi encontrado o braço.

O trabalhador justificou o crime ao dizer que a filha teria chegado a casa bêbeda, insultando a mãe.

A mãe da jovem e a irmã mais nova também foram detidas.

O pai foi condenado a 24 anos de prisão depois do tribunal ter considerado que Uslu matou a filha "deliberadamente". A mãe, Sati, acabou por ser absolvida.

Hasan Uslu crime lei e justiça crime violência família morte filha pai didem uslu
Ver comentários