Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Vídeo de reunião de ministros prova intenção de Bolsonaro de interferir na Polícia Federal do Brasil. Veja as imagens

"Não pode trocar o chefe, troca o ministro", afirmou o presidente do Brasil.
Correio da Manhã 23 de Maio de 2020 às 08:08
Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro FOTO: Reuters
"Vou interferir e ponto final", diz Bolsonaro durante reunião de ministros no final de abril. O vídeo agora divulgado, com a autorização do juiz Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), prova que o presidente brasileiro tentou interferir no comando da polícia federal tal como foi acusado pelo ex-ministro da justiça, Sérgio Moro.

"Já tentei trocar gente da segurança nossa no Rio de Janeiro oficialmente e não consegui. Isso acabou. Eu não vou esperar f*** minha família toda de sacanagem, ou amigo meu, porque eu não posso trocar alguém da segurança da ponta de linha que pertence à estrutura. Vai trocar; se não puder trocar, troca o chefe dele; não pode trocar o chefe, troca o ministro. E ponto final. Não estamos aqui para brincadeira", disse o presidente do Brasil.

Ainda no vídeo é possível ouvir Bolsonaro a chamar os governadores do Rio de Janeiro, São Paulo e de Manaus, que são favoráveis ao confinamento devido ao coronavírus, de "bostas" e de "estrume".

Acrescentou ainda que quer "armar o povo" para "evitar uma ditadura".
Bolsonaro Celso de Mello Polícia Federal Supremo Tribunal Federal Rio de Janeiro STF Sérgio Moro política
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)