Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

"Vinguei o profeta": homem que decapitou professor francês publica áudio nas redes sociais

Na mensagem publicada nas redes sociais, o agressor está sem fôlego, mas faz várias menções a passagens do Alcorão.
Lusa 21 de Outubro de 2020 às 16:20
Samuel Paty
Milhares de franceses saíram à rua para homenagear o professor Samuel Paty, decapitado por um radical islâmico por ter mostrado caricaturas de Maomé na aula
Samuel Paty
Milhares de franceses saíram à rua para homenagear o professor Samuel Paty, decapitado por um radical islâmico por ter mostrado caricaturas de Maomé na aula
Samuel Paty
Milhares de franceses saíram à rua para homenagear o professor Samuel Paty, decapitado por um radical islâmico por ter mostrado caricaturas de Maomé na aula
O assassino do professor francês que mostrou caricaturas de Maomé numa aula divulgou uma mensagem de áudio nas redes sociais em que dizia ter vingado o profeta, após publicar uma fotografia da sua vítima, avança esta quarta-feira a AFP.

Citando fonte próxima do processo, a agência de notícias francesa escreve que Abdullakh Anzorov, um refugiado checheno nascido em Moscovo, diz, num russo hesitante, que "vingou o profeta", criticando o professor francês de história e geografia por ter mostrado Maomé "de forma insultuosa".

Na mensagem publicada nas redes sociais, o agressor está sem fôlego, mas faz várias menções a passagens do Alcorão.

AFP Maomé religião
Ver comentários