Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Viúva de Kobe Bryant chega a acordo com a empresa de helicópteros responsável pela morte do marido

Acidente aéreo matou mais oito pessoas, incluindo uma filha do casal.
Correio da Manhã 23 de Junho de 2021 às 14:04
Vanessa e Kobe Bryant
Vanessa e Kobe Bryant FOTO: Direitos Reservados

Vanessa Bryant, viúva do famoso basquetebolista Kobe Bryant, resolveu a ação judicial que tinha contra a empresa de helicópteros - responsável pela morte de Kobe e da filha e outras sete pessoas -  por homicídio qualificado na passada terça feira.  

Os termos do acordo permanecem confidenciais, mas, segundo o Los Angeles Times, "os Requerentes e os Réus relatam em conjunto que concordaram em resolver as reivindicações na ação", refere Gary Robb, um dos principais litigantes dos Estados Unidos da América em desastres aéreos. 

Vanessa alegou que o piloto, Ara Zobayan, que também faleceu no acidente, "falhou em usar os cuidados normais ao pilotar a aeronave em questão e foi negligente durante o acidente de 26 de janeiro de 2020". 

National Transportation Safety Board (NTSB), responsável pela investigação do acidente, afirmou que o piloto tomou uma má decisão ao aceitar voar num dia tão nublado, o que resultou na sua posterior desorientação por fraca visibilidade.  

Zobayan perdeu o controlo da aeronave e achou que estava a subir o avião, quando na verdade estava a perder altitude. 

O relatório da NTSB revela ainda que "a empresa não forneceu treino e / ou supervisão adequados para garantir que a ação negligente não voltasse a ocorrer e que promoveu e se envolveu em meios de transporte desnecessários e arriscados". 

Para além disso, também acusa a empresa de não ter "uma política de segurança adequada para o cancelamento de voos em condições meteorológicas inseguras".

Kobe Bryant acidente aéreo helicóptero morte acidente tragédia basquetebol
Ver comentários