Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
6
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Carlos Rodrigues

Bilhete Postal

Boris fez da residência do chefe de governo britânico um autêntico salão de festas.

Carlos Rodrigues(carlosrodrigues@cmjornal.pt) 21 de Janeiro de 2022 às 00:33
Para nós, portugueses, que passamos a vida a queixar-nos da qualidade dos políticos, tem servido de consolação o triste espetáculo em exibição em Londres.

O homem que antes de chegar ao poder tinha fama de personificar o vazio absoluto da política, dando ênfase de Estado a declarações totalmente irrelevantes, tem sido ainda pior como primeiro-ministro. Boris, o Terrível, fez da residência do chefe de governo britânico um autêntico salão de festas, e aqui digo festas no sentido literal, com bebidas à descrição, assessores embriagados atirados para sofás do protocolo de Estado a curar ressacas. Tudo isto enquanto obrigava os seus concidadãos ao confinamento. Valha-nos o humor britânico, e a notável caricatura na capa do jornal inglês ‘The Guardian’, em que uma rolha de cortiça transforma Johnson em Pinóquio. Veja na última do CM, vale a pena. O homem está a dar as últimas.
Londres Postal Estado política economia negócios e finanças
Ver comentários