Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
5
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Carlos Rodrigues

Bilhete Postal

Vale a pena ceder a Putin, arriscando que ele entenda isso como um convite para atacar outros países?

Carlos Rodrigues(carlosrodrigues@cmjornal.pt) 27 de Maio de 2022 às 00:33
Nos últimos dias têm-se avolumado as pressões para que Zelensky aceite fazer a paz, abdicando de território e reconhecendo o ‘status quo’ alcançado pelos russos no terreno, nomeadamente com a ocupação da Crimeia.

Não é preciso estar muito atento para entender que essas vozes a propor tréguas, mesmo que impliquem cedências ucranianas, se vão acentuar.

O dilema moral dos próximos tempos é simples: vale a pena ceder a Putin, arriscando que ele entenda isso como um convite para atacar outros países, como fez no passado Hitler? Ou será preferível manter a guerra, visto que, aparentemente, há uma real oportunidade de derrotar os russos e de colocar um travão permanente à ambição criminosa do autocrata de Moscovo?

O dilema moral vai acentuar-se à medida que a crise económica e alimentar mundial se vá intensificando.
Postal Zelensky Crimeia política
Ver comentários
}