Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Alexandre Pais

Uma dura verdade

Alberto João tem saudades dos políticos que pensavam “nós”.

Alexandre Pais 20 de Maio de 2017 às 00:30
Por vezes, Manuel Luís Goucha surpreende-nos com uma boa entrevista na TVI. Foi o que sucedeu na terça- -feira, no ‘Você na TV!’, a propósito do livro de Alberto João Jardim, ‘Relatório de Combate’, numa conversa com o autor que à primeira vista me parecia a repetição de um discurso com 40 anos.

Devo confessar que aprecio Jardim, as atitudes politicamente incorretas, as vitórias sucessivas nas urnas, o modo como desenvolveu a Madeira e a inexistência de sinais visíveis de riqueza, o que significará que serviu e não roubou – e se lhe foram sofregamente escrutinados os passos e vasculhada a vida! Deixo os tiques autoritários e outros defeitos, muitos e indiscutíveis, aos inimigos, também numerosos e sempre prontos para tentar transformar um vencedor, pelos resultados conseguidos, num derrotado só por ter chegado o dia da saída de cena. Conheço essa tese.

Até porque na conversa com Goucha houve um momento superior. Depois de se ter falado em Sá Carneiro e Mário Soares, Jardim interpretou o sentimento profundo de milhares de portugueses quando disse ter saudades dos políticos que pensavam "nós", pois muitos dos atuais pensam apenas no "eu" e nos seus interesses pessoais. Grande e dura verdade, Alberto João.
Ver comentários