Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
5
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

António Magalhães

Um olhar azul a mirar o título

É do Dragão que se tem a melhor vista. Mas ainda há uma janela verde.

António Magalhães 4 de Fevereiro de 2017 às 00:30
Muito do campeonato joga-se hoje no clássico. No Dragão pode não estar em campo o futuro campeão, mas o impacto do duelo no desenrolar da competição é maior do que as expectativas que tínhamos há quinze dias. A quebra do Benfica rasgou novos horizontes à Liga. Abriu portas ao FC Porto e uma pequena janela ao Sporting.

Os dragões têm uma boa vista para o título, uma vez que passaram a depender deles próprios. Já os leões espreitam a glória por uma frincha. Está bom de ver que para o Sporting só a vitória permite olhar mais para a frente. É por isso que entre esta oportunidade desesperada dos leões e a responsabilidade acrescida dos dragões – afinal, jogam em casa e têm a chance de atingirem a liderança mesmo que seja à condição – que se lançam os dados de um clássico em que a derrota ditará o fracasso.

Este fator pesará nas opções dos treinadores. Arrisco tudo? Devo ser mais prudente? Estas serão questões que terão atormentado Nuno Espírito Santo e Jorge Jesus quando pensaram na estratégia para o jogo. Dir-se-á que o leão é mais propenso ao erro e menos fiável, mas tem a vantagem de ser muito empreendedor. Acrescentar-se- -á que o dragão aprecia a segurança, embora sem o culto da posse, e o jogo de ruturas.

Concluir-se-á assim – até porque os portistas são poderosos quando atuam em casa e os leões mais frágeis fora - que é um jogo mais ao jeito do momento do FC Porto. É um facto que os dados estão lançados. Mas não estão viciados….

José Couceiro – a alegria do banco na arte do bom gestor
José Couceiro reúne competências para fazer bem aquilo que entender. Foi jogador, já foi dirigente e nos últimos anos veste a pele que nesta fase de maturidade e conhecimento da sua vida se cola a ele na perfeição: treinador. O Vitória de Setúbal naturalmente agradece.
Sporting FC Porto Nuno Espírito Santo Jorge Jesus desporto futebol
Ver comentários