Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
5
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Armando Esteves Pereira

Adiantado mental

Centeno já decretou o fim da austeridade.

Armando Esteves Pereira(armandoestevespereira@cmjornal.pt) 22 de Novembro de 2015 às 00:30
O economista Mário Centeno, que segundo alguns testemunhos até chegava a ser mais troikista que a troika nas reuniões em que participava, como técnico no Banco de Portugal, com os representantes dos credores, é o putativo ministro das Finanças do eventual governo de António Costa. E Centeno já decretou o fim da austeridade em entrevista a um jornal espanhol. Pode haver uma mensagem perdida na tradução, mas a frase é semelhante ao oásis de outro adiantado mental, Braga de Macedo, que em 92 falava do oásis, ou de Pinho que na véspera da  crise de 2008 tinha decretado o fim da crise.   Mais uma vã profecia. 

----------
Infelizmente os números divulgados pelo Banco de Portugal dizem que a dívida pública voltou a passar os 130% do PIB. Num país com economia anémica, endividado e cada vez mais envelhecido, é mais fácil acreditar no pai natal que no fim da austeridade.

----------
Mas graças à política do BCE até um país tão endividado como Portugal e sem governo, sem orçamento e com frágil economia tem juros negativos a curto prazo. Valha-nos Draghi. 

opinião Armando Esteves Pereira
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)